Dança das cadeiras

Dilma anuncia duas trocas na equipe ministerial

Ricardo Berzoini assume a articulação política do Planalto no lugar de Ideli Salvatti, que vai para a Secretaria dos Direitos Humanos

Atualizada em 28/03/2014 | 17h5028/03/2014 | 16h07
Dilma anuncia duas trocas na equipe ministerial Dida Sampaio, AE /
Berzoini, que aparece à direita do vice-presidente Michel Temer, é uma aposta do governo para reforçar a articulação política Foto: Dida Sampaio, AE

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta-feira duas trocas na sua equipe ministerial. Para reforçar a articulação política em tempos de revolta da base aliada no Congresso Ricardo Berzoini (PT-SP) assume a Secretaria de Relações Institucionais no lugar de Ideli Salvatti (PT-SC).

Ideli, por sua vez, comandará a Secretaria Especial de Direitos Humanos, substituindo Maria do Rosário (PT-RS), que deixa a pasta para disputar as eleições deste ano.

Leia mais:

> Rosane de Oliveira: enfim, Dilma descobre que precisa de articulação

Bancário, Berzoini está no quarto mandato na Câmara e já foi ministro da Previdência e Assistência Social e do Trabalho e Emprego no governo Lula. Em 2005, após a crise deflagrada pelo escândalo do mensalão, ele se tornou secretário-geral do PT, para ajudar a orientar a sigla e, em seguida, foi eleito presidente nacional do partido.

A posse dos dois novos ministros está marcada para o final da manhã da próxima terça-feira, no Palácio do Planalto. Com as nomeações de Berzoini e Ideli, a expectativa é de que esteja concluída a mais recente reforma ministerial do governo Dilma, que trocou, ao todo, oito nomes na sua equipe.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.