Decisão presidencial

Dilma nomeia filha de ministro do STF como desembargadora em Tribunal Regional Federal no Rio de Janeiro

Ela disputou o posto com outros dois advogados e, apesar de ser a mais jovem, foi a escolhida

19/03/2014 | 23h28

A presidente Dilma Rousseff nomeou nesta quarta-feira a advogada Letícia de Santis Mendes de Farias Mello, 37 anos, para o cargo de desembargadora do Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região, sediado no Rio de Janeiro.

A advogada é a filha mais velha de Marco Aurélio, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Filha da também desembargadora Sandra De Santis, do Tribunal de Justiça (TJ) do Distrito Federal, Letícia disputou o posto no TRF com outros dois advogados: Luiz Henrique Antunes Alochio e Rosane Lucia de Souza Thomé. Apesar de ser a mais jovem, ela foi a escolhida pela presidente Dilma.

Letícia integra o escritório Ulhôa Canto Resende e Guerra Advogados, do Rio de Janeiro. Graduada em 1999 pelo Centro Universitário de Brasília (Uniceub), ela é especializada em direito tributário e administrativo. A advogada foi a mais votada na lista tríplice enviada pelo tribunal à presidente em junho.

Além de Letícia, outra filha de ministro do STF é candidata a uma vaga de desembargadora, mas no Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro. Mariana Fux, filha do ministro Luiz Fux de 32 anos, disputa o cargo. Mas ainda não há uma definição sobre quem será nomeado.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.