Trabalho suspenso

Mau tempo interrompe buscas de Boeing da Malaysia Airlines

Circunstâncias climáticas seriam perigosas para as atividades

24/03/2014 | 21h50

As buscas por mar e ar do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines que supostamente caiu no Oceano Índico foram suspensas nesta terça-feira devido ao mau tempo na região, afetada por fortes ventos e ondas gigantes, informou a Autoridade Australiana de Segurança Marítima.

— A AMSA realizou uma avaliação e determinou que as circunstâncias climáticas atuais são perigosas para qualquer atividade de busca por mar e ar, com risco para as tripulações.

>>Acesse página especial sobre o caso

— Diante disto, a AMSA suspendeu todas as operações de busca - por mar e ar - no dia de hoje devido às condições climáticas.

Na região foram registrados ventos de até 80 km por hora, fortes chuvas e nuvens muito baixas, com teto entre 200 pés (60 metros) e 500 pés (150 metros), além de grandes vagas, destaca o comunicado.

Na segunda-feira, a Malaysia Airlines confirmou que o Boeing 777, desaparecido desde 8 de março, caiu no Oceano Índico.

— Com profunda tristeza e dor, devo lhes informar que, segundo esses novos dados, o voo MH370 terminou no sul do Oceano Índico — declarou o primeiro-ministro malaio, Najib Razak, em entrevista coletiva.

O chefe de Governo afirmou que uma nova análise de dados coletados por satélites situava a última posição do avião mar adentro, frente à costa ocidental da Austrália, longe de qualquer pista de aterrissagem.

No domingo, as autoridades australianas haviam afirmado que um dos aviões envolvidos nos trabalhos de busca do Boeing 777 havia localizado um palete de madeira, correias e outros destroços no Índico.

Na segunda, um outro avião australiano disse ter avistado dois objetos flutuando no sul do Índico, e um navio seguiu para recuperá-los. O Pentágono também determinou o envio do sonar "Towed Pinger Locator", que pode detectar sinais a uma profundidade de até 6 mil metros.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.