Em meio à crise

Moscou e Kiev estabelecem trégua até dia 21

A Rússia, que tinha bloqueado a entrada e saída de navios ucranianos, comprometeu-se a suspender o bloqueio até sexta-feira

16/03/2014 | 14h49

Rússia e Ucrânia assinaram hoje (16), no mesmo dia em que a Crimeia decide em referendo se aceita a reunificação como membro da Federação da Rússia, uma trégua para a região até sexta-feira (21). A informação foi confirmada pelo ministro da Defesa ucraniano, Igor Tenyukh, ao sair da reunião do Conselho Ministros.

A Rússia, que tinha bloqueado a entrada e saída de navios ucranianos, comprometeu-se a suspender o bloqueio até sexta-feira. Segundo Tenyukh, as tropas da Ucrânia na Crimeia permanecem em alerta máximo. Desde que Viktor Ianukóvitch foi afastado da Presidência da Ucrânia pelo Parlamento, em fevereiro, após meses de contestação na rua, os soldados russos assumiram o controle efetivo da Crimeia.

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseniy Yatsenyuk, pediu hoje o envio "urgente" de observadores estrangeiros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) às regiões Leste e Sul do país, devido às pressões na Crimeia. Há duas semanas, cerca de 50 observadores da organização tentaram entrar na Crimeia, mas foram impedidos.

*Com informações da Agência Lusa

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.