Planta de presídio ainda não inaugurado é achada com quadrilha de assaltantes de banco

Funcionário de empresa que construiu a penitenciária masculina de Venâncio Aires teria entregue planta baixa a assaltantes de banco

25/03/2014 | 11h44
Planta de presídio ainda não inaugurado é achada com quadrilha de assaltantes de banco Susepe/Divulgação
Presídio que vai abrigar 529 homens já está pronto, mas depende de licenças ambientais para funcionar Foto: Susepe / Divulgação

A Penitenciária Masculina de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, ainda nem inaugurou, mas uma quadrilha de assaltantes de banco estava de olho nos detalhes do seu funcionamento para possíveis resgates. Segundo a Polícia Civil, um grupo de criminosos, preso na semana passada em São Leopoldo e Sapucaia do Sul, tinha a planta baixa do prédio, que vai abrigar 529 apenados em regime fechado. Um funcionário da empresa que construiu a cadeia vazou o documento.

Greve de servidores da Susepe suspende serviços nos presídios
Joaquim Barbosa sobre Presídio Central: "o preso não sai recuperado"
"Deveríamos extinguir o regime semiaberto", diz juíza

– O servidor fotografou a planta e repassou. Eu, enquanto delegado, entendo que isso não representa um grande dano à segurança. Claro que o ideal é que nenhum criminoso tenha acesso a ela, é uma questão complicada na essência, só que ninguém vai entrar no presídio para resgatar alguém. Vai saber o que se passa no imaginário criminoso? – afirma o diretor da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) na região, Anderson Louzado.

A Justiça ainda não definiu quais presos serão transferidos para Venâncio Aires. Louzado garante que a penitenciária, que só aguarda a liberação de licenças ambientais para operar, será segura:

– Não tem como resgatar pelo pátio e pela porta da frente. Nós, inclusive, demonstramos a maquete do presídio na Oktoberfest de Santa Cruz do Sul (em 2013) e em outros eventos públicos.

De acordo com a delegada Elisabete Scopel, de São Leopoldo, a planta baixa estava em uma pasta recolhida com o bando. Pistolas, munições, miguelitos, camisetas da Polícia Federal e uma metralhadora também foram apreendidos com duas mulheres e três homens no dia 17 de março.

Maquete da penitenciária foi apresentada pela Susepe em eventos públicos 

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.