Na Justiça

Polícia indiciará ao menos 6 pessoas por risco de vida em pancadaria no Tesourinha

Filmados e fotografados, suspeitos de atos de vandalismo durante audiência pública sobre licitação dos ônibus da Capital foram identificados

12/03/2014 | 14h37
Polícia indiciará ao menos 6 pessoas por risco de vida em pancadaria no Tesourinha Mauro Vieira/Agencia RBS
Conforme o delegado, os suspeitos participaram de outros protestos violentos na cidade e são monitorados há um ano Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS

Com um farto material de fotografias e vídeos em mãos, o delegado Paulo César Jardim, da 1ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, disse nesta quarta-feira que já identificou ao menos seis pessoas que agiram com violência na audiência pública sobre a licitação dos ônibus na última segunda-feira, dia 10, no Ginásio Tesourinha. Ele vai indiciá-las por expor terceiros a perigo de vida (artigo 251 do Código Penal) e dano ao patrimônio (artigo 163). Somadas, as penas podem chegar a até seis anos.

Avaliação de danos inclui prejuízo de pelo menos R$ 15 mil
Entenda como deverá ser a licitação dos ônibus em Porto Alegre
Imagens do tumulto e lista de presença devem ajudar polícia

– São muitas imagens. Estamos apurando a responsabilidade individual dos que cometeram crimes e ao menos seis deles aparecem claramente praticando os atos ilícitos. Jogar bombas em um ambiente fechado, com mais de 600 pessoas, é grave. Ainda não analisamos tudo, pode ter mais gente – afirma Jardim.

Conforme o delegado, os suspeitos participaram de outros protestos violentos na cidade e são monitorados há um ano, desde que eclodiu a onda de manifestações que sacudiu o país em 2013. Jardim não liberou os nomes para não atrapalhar a investigação e espera que a Justiça seja dura com os "irresponsáveis":

Vídeo mostra os momentos de tensão no Ginásio Tesourinha

– Está na hora de dar um basta nessa quebradeira, no vandalismo e na agressividade. Aquele que for apontado como autor de crime vai ser indiciado, independente de cor e camisa partidária. Vemos nos semblantes dos irresponsáveis um sentimento de raiva, brabeza, mágoa. Eles não pensam nos outros e não vacilam em jogar uma bomba no meio de pessoas.

Na segunda-feira, a audiência que deveria debater os rumos do transporte público de Porto Alegre foi encerrada depois de uma pancadaria, que incluiu o lançamento de dezenas de pedras e pelo menos cinco rojões na quadra esportiva do Ginásio Tesourinha, onde estava a mesa que dirigia os trabalhos.

A reunião era a oportunidade que a população tinha para questionamentos e sugestões sobre a licitação, que terá o edital lançado em 31 de março. Porém, devido à violência, foi dada como encerrada pela prefeitura. Havia 617 pessoas inscritas.

Veja imagens da pancadaria durante audiência pública no Tesourinha

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.