Chuvarada

Ponte cede e quase "engole" casa em Novo Hamburgo

Estrutura começou com uma pequena infiltração em dezembro e não resistiu ao temporal da manhã desta terça-feira

04/03/2014 | 15h55
Ponte cede e quase "engole" casa em Novo Hamburgo  Charles Dias/Especial
Aposentada Ercilia mostra como ficou o pátio de sua casa após ponte ceder Foto: Charles Dias / Especial

A aposentada Ercilia Krewer, de 69 anos, está apavorada. Sua casa está a menos de dois metros de uma enorme cratera, aberta após a chuvarada do início da manhã desta terça-feira, em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos.

Moradora da Rua São Luiz Gonzaga, no bairro Guarani, ela viu a situação da ponte se agravar mês a mês, a cada chuva forte.

 – Isso aqui começou com uma infiltração em dezembro do ano passado. A prefeitura não fez nada e agora eu estou com a minha casa pelo fio de linha.

Conforme o secretário de Obras Públicas e Serviços Urbanos, Enio Brizola, a ponte teve a base rompida e precisará ser totalmente refeita. Os trabalhos devem começar até o final desta semana.

Tempo não ajuda

Na segunda-feira, a prefeitura iniciou um mutirão de limpeza e reparos aos danos causados pelos fortes temporais da semana passada.

Os serviços, realizados nos bairros Canudos, Santo Afonso, São Jorge, Petrópolis, Boa Saúde, Ideal, Liberdade e Vila Diehl, ajudou, mas não foi o suficiente para que esses mesmos bairros voltassem a ter ocorrências de estragos e alagamentos.

Podas de árvores, recolhimento de entulhos das vias públicas, limpeza de arroios e reparos em estruturas de calçamento e bueiros foram os principais serviços atendidos pelo mutirão. Pelo menos, 3,5 m³ de vegetação já foram recolhidas de vias públicas e arroios.

Em vídeo, veja a situação de Ercilia Krewer:

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.