De novo

Chile suspende alerta de tsunami após forte réplica de terremoto

Ministro garantiu que pessoas evacuadas já podem retornar para casa

03/04/2014 | 07h36
Chile suspende alerta de tsunami após forte réplica de terremoto CRIS BOURONCLE/AFP
Moradores de Pozo al Monte se refugiaram em zonas de segurança Foto: CRIS BOURONCLE / AFP

As autoridades chilenas suspenderam nesta quinta-feira o alerta de tsunami em nível nacional, emitido após uma forte réplica ter atingido o Norte do país, um dia depois do terremoto de 8,2 na escala Richter.

— Os serviços hidrográficos e oceanográficos da Marinha anularam o alerta de tsunami para todo o território nacional — disse o ministro do Interior, Rodrigo Peñailillo, em entrevista.

A magnitude da réplica, a mais forte registrada na sequência do terremoto ocorrido na noite de terça-feira, foi revista de 7,8 para 7,6.

— As pessoas podem regressar tranquilamente às suas casas — acrescentou o ministro.

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, que está em Arica para acompanhar a situação, elogiou a resposta dos cidadãos e das autoridades do Norte do país, após o tremor que deixou seis mortos e graves danos materiais.

Bachelet, que viajou na quarta-feira para a área atingida, teve que abandonar o hotel de Arica, em que se encontrava, sendo retirada como "todas as outras pessoas" para um local alto da cidade após a forte réplica registrada ontem à noite.

A chefe de Estado chilena seguiu depois para a sede regional do Gabinete Nacional de Emergência (Onemi), onde se concentram as informações sobre o que ocorre na região, explicou aos jornalistas.

— Viemos para ver como podemos ajudar e não para incomodar. Queremos saber qual é a situação atual e tentar ser úteis — disse ela.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.