Memória resgatada

Forças Armadas anunciam sindicâncias para investigar tortura

Medida foi tomada após pedido da Comissão Nacional da Verdade

01/04/2014 | 17h08
Forças Armadas anunciam sindicâncias para investigar tortura  Antonio Cruz/Agência Brasil
Manifestantes exibiram cartazes com fotos de pessoas mortas durante a ditadura Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

As Forças Armadas abrirão sindicâncias para investigar casos de tortura durante a atuação de agentes da ditadura militar (1964-1985). Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a medida atende a um pedido da Comissão Nacional da Verdade (CNV).

Leia também:

> Vítimas da ditadura e parentes protestam contra Bolsonaro
> Os civis: entre o apoio e a resistência armada ao golpe
> "Excessos pode ter havido de ambos os lados", diz coronel Brilhante Ustra

O ministro da Defesa, Celso Amorim, comunicou a realização das sindicâncias ao presidente da CNV, Pedro Dallari. Em fevereiro, a comissão pediu ao ministro que fossem investigadas denúncias de torturas em pelo menos sete instalações das Forças Armadas durante a ditadura.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.