Dia D

Fortunati deve anunciar nesta sexta se tarifa de ônibus irá aumentar

Prefeito tende a sancionar reajuste de 15 centavos no valor da passagem na Capital, já aprovado por conselho

04/04/2014 | 05h01
Fortunati deve anunciar nesta sexta se tarifa de ônibus irá aumentar Félix Zucco/Agencia RBS
Se a tarifa for sancionada pelo prefeito, valor da passagem de ônibus passará de R$ 2,80 para R$ 2,95 a partir de segunda-feira Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

A decisão sobre o novo valor da passagem de ônibus deve ser anunciada nesta sexta-feira pelo prefeito José Fortunati. Se sancionada, a tarifa de R$ 2,95 pode entrar em vigor a partir de segunda-feira.

Em entrevista concedida na tarde desta quinta-feira, após vistoria na obra do viaduto Pinheiro Borda, próximo ao Estádio Beira-Rio, Fortunati afirmou que a manifestação da noite de quarta-feira – que resultou em confronto com a polícia e atos de vandalismo – não vai interferir na decisão.

Apesar de reconhecer que a depredação foi promovida por uma minoria, o prefeito afirmou que a maior parte dos manifestantes foi conivente com os atos:

– Na quarta-feira, começaram a jogar pedras nos guardas municipais, e ninguém fez nada. A maioria foi cúmplice. As pessoas que estão no ato e são militantes devem no mínimo impedir – afirmou.

Fortunati deve analisar na tarde desta sexta o estudo técnico realizado pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Se concordar com o cálculo do reajuste da passagem de ônibus em 5,66%, ele pode sancionar imediatamente o novo valor. O cálculo, que eleva a tarifa de R$ 2,80 para R$ 2,95, foi aprovado na quarta-feira pelo Conselho Municipal de Transporte Urbano (Comtu).

– Se eu tinha qualquer dúvida em relação a realmente olhar o preço da passagem, vou olhar agora ainda com mais atenção, porque esse tipo de agressão (atos de vandalismo) não pode fazer de forma alguma com que o governante vacile em tomar decisões firmes no que diz respeito ao interesse público – afirmou o prefeito.

A partir do momento em que a nova tarifa for sancionada, serão necessários pelo menos dois dias para o valor entrar em vigor. Caso o reajuste seja o mesmo aprovado pelo Comtu, a passagem dos lotações da Capital também será reajustada, e a tarifa passará de R$ 4,20 para R$ 4,40.

A União das Associações de Moradores de Porto Alegre (Uampa) protocolou nesta quinta, na 2ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central, uma ação para tentar impedir o aumento da tarifa antes da conclusão da licitação do transporte público.

Para a presidente da entidade, Bruna Liege Rodrigues, o reajuste será imposto sem que a população possa ter conhecimento das informações necessárias para a definição do valor justo da tarifa do ônibus.

– Seria um grande retrocesso para a população o aumento da tarifa neste momento – disse Bruna.

/P>

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.