Contra o aumento

Manifestantes entram em confronto com polícia em protesto contra possível reajuste de tarifa de ônibus

Ato começou em frente à prefeitura de Porto Alegre, por volta das 18h desta quarta-feira

Atualizada em 03/04/2014 | 00h0302/04/2014 | 18h35
Manifestantes entram em confronto com polícia em protesto contra possível reajuste de tarifa de ônibus Cláudio Rabin/Agência RBS
Manifestante em frente à prefeitura de Porto Alegre Foto: Cláudio Rabin / Agência RBS

Manifestantes e policiais militares entraram em confronto em frente à prefeitura por volta das 19h30min desta quarta-feira em protesto contra o possível reajuste da tarifa de ônibus de Porto Alegre.

Depois de black blocs queimarem lixo no local e tocarem objetos na Guarda Municipal, em ato criticado por alguns manifestantes, a polícia reagiu e jogou jatos de água para dispersar o público.

Duas bombas explodiram e a polícia militar jogou uma série de bombas de efeito moral na multidão. O clima de apreensão fez com que lojistas corressem para fechar suas lojas no centro da Capital. Após se dispersarem, um grupo de black blocs quebrou vidros do Banrisul e da Caixa Econômica na Avenida Júlio de Castilhos, enquanto se dirigiam à rodoviária.


Agência do Banrisul na Júlio de Castilhos
Foto: Agência RBS


A ação revoltou manifestantes que pediam ato pacífico. Organizadores exigiram protesto organizado para atrair a população de volta para as ruas.

O trânsito foi afetado na região. A Avenida Mauá e o Túnel da Conceição ficaram bloqueados. O grupo seguiu em direção à Cidade Baixa.

Na esquina da Avenida José do Patrocínio e Rua da República, uma manifestante foi levada para a delegacia após xingar policiais.

O protesto, organizado via redes sociais pelo Bloco de Luta pelo Transporte Público, tinha 3,4 mil pessoas confirmadas no evento até esta tarde. Ele começou por volta das 18h, com uma multidão que entoava gritos como "mãos ao alto, esse aumento é um assalto". 

Leia mais:
Aumento da tarifa de ônibus precisa ser aprovado pelo prefeito de Porto Alegre
EPTC sugere que passagem de ônibus suba para R$ 2,95 em Porto Alegre

O Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu) aprovou, nesta manhã, a nova planilha de cálculo que eleva a passagem para R$2,95. Agora, está nas mãos do prefeito José Fortunati (PDT) o aumento ou não da tarifa do transporte coletivo em Porto Alegre.

Confira a cobretura ao vivo do protesto:


 






Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.