Violência na África

Atentado suicida deixa ao menos 25 mortos no norte da Nigéria

Ataque teria sido realizado pelo grupo islamita Boko Haram, informou a polícia

23/07/2014 | 12h22

Ao menos 25 pessoas morreram em um atentado suicida nesta quarta-feira na cidade de Kaduna, norte da Nigéria. O ataque provavelmente teria sido dirigido contra um clérigo que criticou o grupo armado islamita Boko Haram, informou a polícia.

Também nesta quarta, uma segunda explosão foi registrada perto de um mercado em Kaduna, a poucos quilômetros do primeiro atentado. Ainda não há informações sobre possíveis vítimas deste segundo ataque.

Confira todas as notícias de Zero Hora

A primeira explosão aconteceu às 12h30min (8h30min no horário de Brasília), quando o xeique Dahiru Bauchi cumprimentava de dentro de um veículo fiéis reunidos para celebrar o fim de uma cerimônia no bairro de Kawo.

Bauchi, assim como a maioria dos líderes muçulmanos, condenou publicamente a violenta insurreição do Boko Haram, que deixou mais de 10 mil mortos no país em cinco anos.

Kaduna, que foi no passado a capital política do norte da Nigéria, foi alvo em 2012 de uma série de atentados suicidas contra igrejas cristãs, o que desencadeou violentos confrontos, com centenas de mortos.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.