Ucrânia

Caças ucranianos são abatidos na região de Donetsk

Segundo o porta-voz do governo do país, não se sabe o destino dos pilotos

23/07/2014 | 08h58

Dois caças ucranianos foram abatidos nesta quarta-feira no leste do país, anunciou um porta-voz das forças de Kiev. Os dois aviões Sukhoi caíram próximo a Savour-Mogyla, na região de Donetsk. Ainda não se sabe o destino dos pilotos, segundo o porta-voz Oleksii Dmytrachkivski.

Leia mais sobre a Ucrânia:
Em arte, veja detalhes sobre a queda do avião na Ucrânia
Leia todas as notícias sobre o acidente na Ucrânia
Leia todas as notícias de Zero Hora
Trem com corpos de passageiros do voo MH17 chega a Kharkiv

Na semana passada, um avião da Malaysia Airlines que fazia o trajeto Amsterdã-Kuala Lumpur foi atingido por um projétil quando sobrevoava o leste da Ucrânia. As agências de inteligência dos Estados Unidos confirmaram que a explosão foi causada por um míssil terra-ar, mas estão divididas quanto à origem do ataque.

A bordo, estavam 298 pessoas de diferentes nacionalidades. Segundo a Malaysia Airlines eram 189 holandeses, 44 malaios, 27 australianos, 12 indonésios, nove britânicos, quatro belgas, três filipinos, um canadense e um neozelandês. A nacionalidade de quatro passageiros segue sem confirmação. Destes, cem eram cientistas e pesquisadores da aids.

As autoridades ucranianas responsabilizaram os grupos separatistas russos que habitam a região. Argumentam que interceptaram uma ligação entre um líder separatista e um funcionário do governo russo, o que ainda não foi confirmado. Os rebeldes afirmaram à agência russa Interfax que não têm o equipamento necessário para derrubar um avião.

O governo da Ucrânia disse que, há duas semanas, dois jatos militares do país foram derrubados. Poderia ser considerado um precedente, mas não foi comprovado que a responsabilidade seja russa ou dos rebeldes.

* AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.