Avião desaparecido

Chanceler francês: nenhuma hipótese pode ser descartada no sumiço de avião da Air Algérie

Devido ao mau tempo, piloto solicitou mudança de trajetória durante o voo. 116 pessoas estavam a bordo da aeronave

24/07/2014 | 16h48
Chanceler francês: nenhuma hipótese pode ser descartada no sumiço de avião da Air Algérie Farouk Batiche/AFP
Foto: Farouk Batiche / AFP

O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius, disse nesta quinta-feira que nenhuma hipótese pode ser descartada no caso do avião da Air Algérie, que desapareceu no norte do Mali com 116 pessoas a bordo.

— Não podemos, não devemos descartar hipótese alguma antes de termos todos os elementos — declarou à rede pública France 2.

Avião da Air Algérie some dos radares após decolar na África
Leia todas as notícias de Mundo


Em resposta a uma pergunta de um jornalista sobre um possível atentado, Fabius insistiu:

— Não podemos descartar hipótese alguma. A única coisa que sabermos com certeza é do alerta meteorológico — declarou o ministro.

— O piloto disse: "Dada as condições meteorológicas muito ruins, peço para mudar de trajetória". Não há outros registros após esse pedido. Desta forma, consideramos várias hipóteses. É uma estação muito complicada do ponto de vista meteorológico nesta região. Essa pode ser a origem da tragédia, mas ainda há outras hipóteses — explicou Fabius.

O ministro indicou que 51 franceses estavam a bordo da aeronave.

— Isto inclui 20 famílias, porque eles são irmãos, são em sua maioria amigos da África, turistas ou agentes humanitários. Decidimos trazer todas as famílias no sábado para Paris — informou.

Segundo um comunicado da Air Algérie, os serviços de navegação aérea fizeram seu último contato com o voo AH 5017 no dia 24 de julho à 1h55min GMT, 50 minutos após a decolagem.

Quem estava a bordo

De acordo com a lista mais recente fornecida pela companhia, o avião transportava 50 franceses, 24 cidadãos de Burkina Fasso, oito libaneses, seis argelinos, seis espanhóis, cinco canadenses, quatro alemães e dois luxemburgueses.

Também havia um belga, um camaronês, um egípcio, um malinense, um nigeriano, um romeno, um suíço, um ucraniano e outras pessoas de "três nacionalidades ainda desconhecidas.

*AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.