Amsterdã-Kuala Lumpur

Corpos são achados na zona em que caiu o avião malaio na Ucrânia

No Boeing, que caiu na região de Donetsk, estavam 298 pessoas

Atualizada em 17/07/2014 | 21h4517/07/2014 | 14h50
Corpos são achados na zona em que caiu o avião malaio na Ucrânia Maxim Zmeyev/Reuters
O avião com 295 pessoas a bordo, um Boeing, caiu na região de Donetsk Foto: Maxim Zmeyev / Reuters

Um grande número de corpos de passageiros mortos na queda de um avião da Malaysian Airlines se encontra espalhado na zona de impacto no leste da Ucrânia, informaram jornalistas da AFP que chegaram ao local.

Leia todas as notícias sobre o acidente na Ucrânia
Leia todas as notícias de Zero Hora

Destroços do avião, em cuja cauda aparece o logo da companhia malaia, assim como malas e outros equipamentos também podem ser vistos espalhados ao longo de uma vasta zona da cidade de Grabove, na região de Donetsk. Soldados das forças rebeldes e bombeiros já chegaram ao local.

O avião com 298 pessoas a bordo, um Boeing, caiu na região de Donetsk, depois de desaparecer dos radares, e as equipes de emergência tentavam chegar ao local, informou uma fonte de segurança não identificada à agência de notícias Interfax-Ucrânia.

A Malaysia Airlines confirma que perdeu contato com um de seus aviões no leste da Ucrânia. O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, declarou "que não exclui" a possibilidade de o avião malaio ter "sido abatido".

Veja a rota da aeronave, local da queda e as possíveis causas do acidente:

Donetsk é uma cidade no leste da Ucrânia, capital de uma região com o mesmo nome. O município tem cerca de 1,5 milhão de habitantes e um dos mais importantes do país. A região, que é predominantemente pró-Rússia, protagoniza diversos ataques e é dominada há mais de dois meses por rebeldes separatistas — o conflito teve início em novembro passado, mas estourou em fevereiro deste ano.

Veja fotos do local do acidente com o Boeing:

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.