Conflito

EUA pedem proteção aos civis após ataque à escola em Gaza

Ataque israelense contra uma escola das Nações Unidas matou ao menos 15 palestinos

24/07/2014 | 14h41
EUA pedem proteção aos civis após ataque à escola em Gaza Jack Guez/AFP
Foto: Jack Guez / AFP

Os Estados Unidos pediram nesta quinta-feira maiores esforços para proteger os civis na ofensiva de Israel contra a Faixa de Gaza, onde um ataque israelense contra uma escola das Nações Unidas matou ao menos 15 palestinos e trabalhadores da ONU.

Entenda o conflito entre israelenses e palestinos em Gaza
Leia todas as notícias sobre o conflito


— Estamos muito tristes e preocupados por este trágico incidente — afirmou a porta-voz do departamento de Estado, Jen Psaki, no Cairo, onde o secretário de Estado americano John Kerry tenta negociar um cessar-fogo.

Funcionários das Nações Unidas morreram no ataque contra uma escola da ONU em Gaza, informou nesta quinta-feira o secretário-geral Ban Ki-moon.

"Um anão diplomático", diz porta-voz israelense sobre o Brasil

— Há vários mortos, entre eles mulheres, crianças e funcionários da ONU — declarou Ban em Erbil (Iraque), segundo um comunicado divulgado pela ONU.

Ban se declarou consternado com o ataque "cujas circunstâncias ainda não estão claras".

Nahum Sirotsky: Abbas pode vir a ser um parceiro pela paz

Ele lançou um novo pedido a todas as partes que respeitem suas obrigações no que diz respeito às leis humanitárias internacionais e respeitem a vida dos civis, a inviolabilidade dos locais da ONU e suas obrigações para com os trabalhadores humanitários.

*AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.