Oriente Médio

Israel aceita ampliar cessar-fogo por mais quatro horas

Líderes internacionais haviam pedido prolongamento da trégua humanitária

26/07/2014 | 14h43
Israel aceita ampliar cessar-fogo por mais quatro horas Mahmud Hams/AFP
Bombardeios destruíram Shejaiya, bairro periférico do leste da cidade de Gaza Foto: Mahmud Hams / AFP

O gabinete de segurança de Israel aprovou prolongar por quatro horas a trégua humanitária na Faixa Gaza. O cessar-fogo inicial era de 12 horas, até a meia-noite local (18h de Brasília), informou a televisão israelense neste sábado.

A rede de televisão israelense Channel 10 informou que a prorrogação foi aprovada a menos de duas horas do fim do cessar-fogo temporário, e depois que o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, e outros líderes internacionais pediram um prolongamento da trégua.

Fontes militares israelenses informaram, no entanto, sobre o lançamento de foguetes e morteiros a partir da Faixa de Gaza contra o sul de Israel, apesar da decisão do prolongamento.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora
Entenda a origem da crise entre judeus e palestinos na Faixa de Gaza

— Acabam de ser lançados foguetes contra Israel, apesar do prolongamento do cessar-fogo humanitário — escreveu um porta-voz do Exército, Avital Leibovich, em sua conta no Twitter 

Ainda não é possível determinar se são ataques isolados ou uma retomada das hostilidades por parte do movimento islamita palestino Hamas.

Dezenas de corpos foram encontrados neste sábado entre os escombros na Faixa de Gaza, conforme informaram equipes de resgate palestinas. Os restos mortais foram transferidos a diferentes necrotérios e hospitais.

* AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.