Ajuda

Itália envia sete aviões para combater incêndio em depósito na Líbia

Depósito de combustíveis foi atingido por um míssil no domigo e as chamas ainda não foram controladas

29/07/2014 | 12h14
Itália envia sete aviões para combater incêndio em depósito na Líbia MAHMUD TURKIA/AFP
Foto: MAHMUD TURKIA / AFP

O governo interino da Líbia informou nesta terça-feira que a Itália vai enviar sete aviões para ajudar a combater o incêndio, iniciado domingo num depósito de combustível em Trípoli, após ser atingido por um míssil. O país passa por uma grande crise e, desde o dia 13 de julho, milícias se confrontam pelo controle da infraestrutura aeroportuária da capital.

A grande instabilidade levou vários países a retirar cidadãos e corpo diplomático, entre eles os Estados Unidos, que fecharam sua embaixada na cidade.

As autoridades líbias não descartam que o incêndio, se não for combatido a tempo, possa desencadear uma catástrofe se as instalações de petróleo e gás explodirem. Segundo o governo, a petrolífera italiana Eni também vai participar no envio dos aviões e de técnicos especializados no combate às chamas nas instalações da empresa Brega.

Leia todas as notícias de Zero Hora
Leia todas as notícias sobre Mundo

O governo pediu às partes em conflito um cessar-fogo para facilitar os trabalhos dos bombeiros e a evacuação da área, num raio de 3 quilômetros ao redor das instalações. Ao todo, dois depósitos armazenam aproximadamente 90 milhões de litros de combustível.

*AFP

Foto: MOHAMED ELBOSIFI/AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.