Ajudando o meio ambiente

Jovem faz brinquedos para pracinhas com madeira à base de tubos de pasta de dente

Aos 20 anos, Felipe Machado viaja o mundo contando suas experiências, iniciadas ainda no tempo de escola

Atualizada em 23/07/2014 | 17h0423/07/2014 | 14h30
Jovem faz brinquedos para pracinhas com madeira à base de tubos de pasta de dente Acervo Pessoal/Acervo Pessoal
Felipe Machado começou a pesquisa com pasta de dente em 2010, durante o ensino médio na Fundação Liberato Foto: Acervo Pessoal / Acervo Pessoal

Felipe dos Santos Machado é idealizador de um projeto de madeira sustentável feita partir da reciclagem de plástico e alumínio, encontrados nos tubos de pasta de dente. Ele já viajou o globo contando suas experiências. Esteve na Holanda, na Turquia, na Alemanha, na Argentina, nos Estados Unidos e em Israel, onde ficou durante um mês numa imersão científica no Weizmann Institute of Science, um dos mais renomados institutos de pesquisa do mundo. Além disso, acumula 18 prêmios nacionais e internacionais na área da ciência. O que difere o pesquisador de outros cientistas é a sua idade. Felipe só tem 20 anos.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora
Leia todas as notícias sobre sustentabilidade

O jovem cientista desenvolveu o Tubing, como ele nomeou a pesquisa, ainda no ensino médio técnico, cursado na Fundação Liberato, em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. O trabalho de sala de aula lhe rendeu o primeiro lugar na Mostratec de 2012, uma das mais importantes mostras científicas pré-universitárias da América Latina e organizada pela instituição hamburguense.

De lá pra cá, Felipe viu sua vida mudar. Se tornou Jovem Embaixador Ambiental no Brasil, em 2013, participou como representante brasileiro no Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e ainda conseguiu aprovação na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Sem bolsa integral, o filho de uma doméstica e de um instalador de divisórias de escritório desistiu dos estudos em solo americano. Mas engana-se quem pensa que ele ficou frustrado. Pelo contrário.

– Eu aproveitei a oportunidade para apresentar o Tubing a eles. Isso me rendeu novos ensaios e uma visão diferente de usabilidade da madeira – explica Felipe.

Estudantes gaúchos vencem copa do mundo da ciência pré-universitária

Resistente à ação do tempo e aos cupins, a madeira desenvolvida pelo jovem pode ser usada para diversos fins, mas uma em especial chama a atenção. É base para brinquedos de pracinhas em escolas e creches. A Escola Municipal de Educação Infantil Pica-Pau Amarelo, que fica no bairro Canudos, onde o estudante mora, foi a primeira a receber balanços e bancos. Dois anos depois de instalados, apenas a tinta foi substituída.

– Isso prova a resistência do produto – orgulha-se.

Da pesquisa ao negócio de verdade

Felipe foi o vencedor do quadro Jovens Inventores do Caldeirão do Huck
Foto: TV Globo / Caldeirão do Huck

Transformarr o Tubing em negócio passou a ser uma alternativa para Felipe, que ainda estuda – ele faz Engenharia Química, na Universidade Feevale. A repercussão do projeto em revistas, jornais e até em programas de televisão, como o Caldeirão do Huck – Felipe ganhou R$ 30 mil ao vencer o quadro Jovens Inventores – o ajudou a ter segurança no investimento.

Como a principal matéria-prima da madeira é o tubo de pasta de dente, Felipe já conseguiu parceria com empresas que produzem o produto. Mais de 15 mil dentistas de cinco estados também devem doar material para o projeto. O jovem também pretende chegar a 500 pontos de coleta no RS, atualmente, as escolas municipais de Novo Hamburgo são as principais parceiras.

– Trabalhar a ideia da reciclagem com as crianças é vital para mim. Dá para falar de sustentabilidade e mostrar para elas o que é possível fazer se agirmos de forma consciente – explica.

Novas oportunidades

O projeto bem sucedido e a visão empreendedora de Felipe abriram um novo mercado de palestras para o jovem. Ele tem viajado o país contando suas experiências em eventos e em universidades. Um dos destaques desse novo momento foi a participação no TEDx Laçador em 2013.

– Eu tento aproveitar todas as oportunidades que me aparecem. Elas não surgiram de uma hora para outra. São quatro anos de dedicação – afirma.

Assista a um trecho da palestra de Felipe no TEDx Laçador

 

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.