Ainda a chuva...

Vai pegar a estrada? Veja quais estradas estão com bloqueios

Duas rodovias federais e cinco estaduais ainda sofrem consequências do grande volume de chuva que caiu sobre o Estado nas últimas semanas

25/07/2014 | 16h58
Vai pegar a estrada? Veja quais estradas estão com bloqueios PRF/Divulgação
Desvio está sendo construído paralelo a BR-153, em Marcelino Ramos, que não tem previsão de liberação Foto: PRF / Divulgação

Já faz um mês que a chuva castigou o Estado e provocou estragos em diversas estradas. Nesta sexta-feira, sete delas continuam com bloqueios e outras dezenas exigem atenção e paciência dos motoristas — principalmente devido a buracos.

Algumas das rodovias, como a BR-153, em Marcelino Ramos, e a RSC-153, em Vale do Sol, sequer têm previsão de liberação e desvios estão sendo providenciados. Abaixo, veja a situação das duas rodovias federais e cinco estaduais:

Leia todas as notícias sobre a chuva

Rodovias federais

— BR-386, na ponte sobre o Rio Uruguai, em Iraí (divisa com Santa Catarina): o trânsito está proibido para o transporte de carga. Apenas ônibus e veículos de passeio podem trafegar em meia pista, com velocidade reduzida de 40 km/h. O trecho está devidamente sinalizado e no local há apoio da PRF.

— BR-153, em Marcelino Ramos: há bloqueio total no km 2 e parcial no km 5. O local está interditado, e o Dnit providenciou a limpeza do trecho e a realização de estudos geotécnicos e levantamentos topográficos na busca de uma solução para o tráfego. A empresa contratada para manutenção do trecho constrói desvios provisórios, em ambos os pontos, que devem ficar prontos em agosto. O local está sendo monitorado pelo Dnit e pela PRF. Enquanto isso, o Dnit orienta aos motoristas a utilizarem a BR-470 _ por Barracão e Campos Novos.

Rodovias estaduais

— RSC-153, entre Vale do Sol e Herveiras: trânsito segue interrompido entre o km 300 e o km 311 devido à queda de barreira com grande volume de materiais (solo e rocha). Um estudo geológico está sendo realizado nos trechos danificados. Está prevista a construção de um desvio no local interrompido (km 304), cuja obra deve iniciar até o fim de julho. O Daer sugere que os motoristas não utilizem os desvios em estradas municipais da região, pois não oferecem condições de segurança e há riscos de acidentes, atolamento e quedas de barreiras.

— RSC-481, entre Cerro Branco a Lagoa Bonita do Sul (não-pavimentado): entre os kms 140 e 152 há pontos em meia pista. A remoção das barreiras já está sendo providenciada, mas o Daer não informa prazos.

— RSC-480, em Erval Grande: a rodovia está em meia pista para usuários locais no km 5, por causa de rachaduras e risco de deslizamento. O local está passando por estudo topográfico, com sondagens do terreno e elaboração de projeto de drenagem para limpeza e realização de desvio no local.

— ERS-491, entre Marcelino Ramos e Coronel Teixeira: em meia pista no km 4, devido ao escorregamento de solo. Está sinalizado.

— ERS-110, em Jaquirana: km 75 interditado devido à queda de barreira. Está sendo realizado o estudo geotécnico para a construção de um desvio. O levantamento topográfico já está concluído.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.