Epidemia na África

Com medo do ebola, companhia aérea britânica suspende voos para Libéria e Serra Leoa

British Airways não fará viagens aos países com surto do vírus até o fim de agosto

05/08/2014 | 14h44
Com medo do ebola, companhia aérea britânica suspende voos para Libéria e Serra Leoa Carl de Souza/AFP
British Airways não fará voos para Libéria e Serra Leoa até o dia 31 de agosto Foto: Carl de Souza / AFP

A companhia aérea britânica British Airways anunciou, nesta terça-feira, a suspensão de seus voos para Libéria e Serra Leoa, pelo temor da epidemia do vírus ebola. De acordo com a empresa, as viagens para esses países ficarão suspensas até o dia 31 de agosto.
 
A British Airways tem quatro voos semanais de Londres a Freetown, na Serra Leoa, onde faz conexão com Monróvia, na Libéria.
 
Outras duas companhias aéreas africanas, a Asky, com sede no Togo, e a Arik Air, com base na Nigéria, além da asiática Emirates, dos Emirados Árabes Unidos, também suspenderam voos para alguns dos países com casos de ebola.

Leia todas as notícias sobre o vírus ebola
Leia as últimas notícias de Zero Hora

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 900 pessoas morreram no oeste da África desde o início do ano por causa da epidemia do ebola, a pior desde que, em 1976, esta doença infecciosa foi descoberta.
 
* Zero Hora, com AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.