Tremor na Ásia

Número de mortos em terremoto na China chega a 589

Outras nove pessoas estão desaparecidas com o terremoto registrado na província de Yunnan

06/08/2014 | 05h05
Número de mortos em terremoto na China chega a 589 CHINA OUT/AFP
De acordo com autoridades, abalo matou 589 pessoas na China Foto: CHINA OUT / AFP
O terremoto que sacudiu o sudoeste da China no domingo passado deixou ao menos 589 mortos, revela o último boletim das autoridades, divulgado nesta quarta-feira.

No total, 589 pessoas morreram e nove estão desaparecidas com o terremoto registrado em uma zona montanhosa da província de Yunnan, informou o ministério de Assuntos Civis.

O tremor — de 6,5 graus segundo a Agência de Terremotos Chinesa e de 6,1 para o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS) — aconteceu em uma área montanhosa de 266 mil habitantes, uma zona 300 quilômetros ao norte de Kunming, a capital de Yunnan.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora

As autoridades chinesas mobilizaram 7 mil pessoas, incluindo 5 mil soldados, policiais e bombeiros, para as tarefas de resgate.

O sudoeste da China, situado entre as placas tectônicas euro-asiática e indiana, sofre com frequentes terremotos.

Em 1974, um terremoto de 6,8 graus na mesma região matou 1,5 mil pessoas e em setembro de 2012, 80 pessoas morreram em dois terremotos em uma região montanhosa entre as províncias de Yunnan e Ghizhou.

*AFP

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.