Reforço

Porto Alegre terá 200 policiais a mais nas ruas a partir de segunda

Efetivo será colocado em pontos com maior número de assaltos

15/08/2014 | 20h30

A partir de segunda-feira, o policiamento das ruas de Porto Alegre vai receber um efetivo de 200 policiais.

Eles serão colocados em pontos com maior número de assaltos, como nas avenidas Assis Brasil, Protásio Alves e nos bairros Petrópolis, Rio Branco, Bom Fim e Centro.

É um número tímido se comparado ao reforço de 2 mil homens que a cidade recebeu durante a Copa — momento em que era mais fácil tropeçar em um policial do que em um buraco na calçada.

Leia as últimas notícias de Zero Hora

— Foi um período que causou sensação de bem-estar na população — diz Comandante-geral da Brigada Militar, Coronel Fábio Duarte Fernandes, lembrando que durante o período da Copa não houve mudanças significativas nos números da criminalidade.

Cento e cinquenta homens virão do Interior e mais 50 deixarão os afazeres administrativos que cumprem em Porto Alegre e também irão para as ruas. A operação, que deve durar até dezembro, vai se valer de entre oito e 10 policiais dos 15 comandos do Interior.

— Também não podemos desmobilizar todo interior do Estado — lembra Duarte.

O sistema vai funcionar por rodízio, que, segundo o comandante, também vai servir para capacitar os soldados:

— Esse pessoal vem, fica 20 dias e depois teremos um rodízio de 150 policiais. Só então será avaliado as consequências desse sistema.

A BM não divulga quantos policiais trabalham diariamente na Capital.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.