Mídia

Marcelo Rech é eleito presidente da Associação Nacional de Jornais

Vice-presidente Editorial do Grupo RBS é o quarto executivo da empresa a liderar uma das mais relevantes entidades representativas de comunicação no Brasil

18/08/2016 - 16h31min | Atualizada em 18/08/2016 - 16h44min
Marcelo Rech é eleito presidente da Associação Nacional de Jornais Edgar Marra/Divulgação/ANJ
Da esquerda para a direita, o diretor executivo da ANJ, Ricardo Pedreira, o vice-presidente Carlos Fernando Lindenberg Neto, o presidente eleito, Marcelo Rech, e os vice-presidentes da entidade Sylvino de Godoy e Mário Gusmão Foto: Edgar Marra / Divulgação/ANJ  

O vice-presidente Editorial do Grupo RBS, Marcelo Rech, foi eleito nesta quinta-feira presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ), em assembleia geral de associados e reunião do Conselho de Administração realizadas em Brasília.

Rech é o quarto executivo do Grupo RBS a presidir a ANJ, uma das maiores entidades representativas de comunicação do país. Antes dele, estiveram à frente da associação o fundador da RBS, Maurício Sirotsky Sobrinho, de 1984 a 1986, o presidente emérito Jayme Sirotsky, em duas ocasiões – em 1988, quando assumiu interinamente após a renúncia de José Antonio do Nascimento Brito, afastado do Jornal do Brasil, e de 1992 a 1996 –, e Nelson Sirotsky, de 2004 a 2008.

– A escolha do meu nome, que é uma honra, reforça a tradição, o vínculo e o compromisso da RBS com a entidade. Meus antecessores, Maurício, Jayme e Nelson, são fontes de inspiração e ajudaram a forjar a entidade como ela é hoje, uma das principais do mundo, que atua sob um primeiríssimo mandamento: a defesa da liberdade de expressão. No mundo atual, não há escassez de informação. O que há é carência de informação confiável, lastreada em valores éticos, na independência, em técnicas profissionais e na cultura de perseguir a todo o custo a verdade e a pluralidade. E os jornais são grandes fornecedores desse bem escasso – destaca Rech.

Rech sucede o diretor-geral da Rede Gazeta, de Vitória (ES), Carlos Fernando Lindenberg Neto, o Café, que presidiu a ANJ por dois mandatos, desde 2012. A nova diretoria é composta pelo vice-presidente secretário, Álvaro Augusto Teixeira da Costa (Correio Braziliense - DF), o vice-presidente financeiro, Jaime Câmara Júnior (O Popular - GO), e dos vice-presidentes Ana Amélia Cunha Pereira Filizola (Gazeta do Povo - PR), Carlos Fernando Monteiro Lindenberg Neto (A Gazeta - ES), Francisco Mesquita Neto (O Estado de S.Paulo - SP), João Roberto Marinho (O Globo - RJ), Luciana de Alcântara Dummar (O Povo - CE), Maria Judith de Brito (Folha de S.Paulo - SP), Mário Alberto de Paula Gusmão (Jornal NH - RS), Sylvino de Godoy Neto (Correio Popular - SP), e Walter de Mattos Junior (Diário Lance! - RJ). A solenidade de posse para o biênio 2016-2018 ocorrerá em setembro.

Vice-presidente Editorial do Grupo RBS, Marcelo Rech atua na empresa desde 1988. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é presidente do Fórum Mundial de Editores (WEF), ligado à Associação Mundial de Jornais (WAN-Ifra). Cursou o Programa de Desenvolvimento de Executivos da Fundação Dom Cabral e tem cursos de especialização no Media Management Center, vinculado à Kellogg, e de estratégia de mídia na Harvard Business School, ambas nos Estados Unidos.

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.