Banco Central

Copom inicia 1ª reunião de 2017 com expectativa para redução dos juros

Instituições financeiras consultadas no relatório Focus preveem que, até o fim de 2017, a Selic cairá para 10,25% ao ano

Por: Agência Brasil
10/01/2017 - 11h57min | Atualizada em 10/01/2017 - 11h59min

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) começa, nesta terça-feira, a primeira reunião do ano para definir a Selic, a taxa básica de juros da economia, pelos próximos 45 dias. A reunião ocorre durante dois dias e a decisão será anunciada na quarta-feira.

A expectativa das instituições financeiras, segundo o relatório Focus, é de ocorra uma redução de 0,5 ponto percentual na Selic. Caso se confirme, a taxa, atualmente em 13,75% ao ano, cairá para 13,25%.

Leia mais
Presidente do BC diz que redução dos juros deve ser feita de forma responsável
Mercado reduz projeção de inflação para 4,81% em 2017, aponta BC 
Governo quer atrair bancos estrangeiros ao país

Diante da recessão econômica e da melhora na inflação, o BC tem sinalizado que pode intensificar o corte da taxa básica. Nas duas últimas decisões, o comitê cortou a Selic em 0,25 ponto percentual. As instituições financeiras consultadas para o Focus preveem que, até o fim de 2017, a taxa básica cairá para 10,25% ao ano.

A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.