Seu Problema é Nosso

DMLU não cumpre prazo e escadaria em Porto Alegre segue sem serviço de capina desde novembro

O órgão admitiu o atraso e reprogramou a limpeza para este mês

10/01/2017 - 08h19min | Atualizada em 10/01/2017 - 08h19min
DMLU não cumpre prazo e escadaria em Porto Alegre segue sem serviço de capina desde novembro Arquivo pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG  

Prometida pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), a capina na escadaria da Rua Santa Maria, no Bairro Partenon, em Porto Alegre, não foi realizada. O prazo informado era o mês de dezembro, mas o que se vê é uma área coberta de mato.

O problema já foi tema de reportagem no Diário Gaúcho em duas oportunidades: em 16 de dezembro de 2015 e 20 de dezembro de 2016.

Na última reportagem, o DMLU garantiu que a limpeza estava programada para ser realizada no mês passado, mas moradores queixam-se de que não foi feita.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

A secretária Luana da Costa Freitas, 32 anos, reclama que o matagal está aumentando a cada dia.

— Estou tão indignada que tenho vontade de eu mesma ir ali e cortar a grama. Durante o ano de 2016, foi tudo tranquilo, eles fizeram a capina regularmente, mas em novembro a coisa desandou. Estamos esperando desde então — diz ela.

Além de prometer a limpeza da área, o DMLU informou que o serviço de capina é realizado no local a cada 45 ou 60 dias, o que a comunidade contesta.

No protocolo aberto por Luana no sistema de reclamações da prefeitura, o DMLU respondeu que a execução foi programada para janeiro, porém sem data específica.

— Não cumpriram o prazo de dezembro e agora jogaram para janeiro, mas tem até o dia 31. Vamos passar mais um mês nesta sujeira? — questiona Luana.

Leia mais
Após quase um ano sem reclamações escadaria em Porto Alegre está sem capina há um mês
Desde a noite de Natal, moradora de Viamão aguarda retirada de árvore que caiu sobre sua casa
Moradores de Porto Alegre aguardam há dois anos por corte de árvore que representa perigo

Mosquitos

Com o calorão e a grama alta, a proliferação de mosquitos no local aumentou. Luana pondera, a partir da conversa com vizinhos, que há um contrassenso: enquanto a prefeitura pede que a população cuide do pátio, mantenha a grama cortada e não deixe água parada, tudo para evitar a dengue, a própria administração municipal não cumpre com seu papel.

— Nossas casas estão limpas, estamos cumprindo o que é nosso dever, mas e a prefeitura? Naquele mato, com certeza, tem focos de mosquitos que podem transmitir doenças. E nós estamos expostos a isso.

Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

DMLU reconhece atraso e limpeza ocorrerá neste mês

O DMLU informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que houve atraso na realização de alguns serviços.

A limpeza da escadaria do Beco A, na Rua Santa Maria, no Bairro Partenon, foi reprogramada e será feita durante o mês de janeiro. Não precisaram, no entanto, uma data específica.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.