Polícia

Morte de morador de Caxias que havia desaparecido é investigada como afogamento

Como o corpo estava em decomposição, apenas a necropsia poderá indicar possíveis marcas de violência

Por: Pioneiro
10/01/2017 - 11h00min | Atualizada em 10/01/2017 - 15h26min
Morte de morador de Caxias que havia desaparecido é investigada como afogamento Arquivo pessoal/Divulgação
Bernardi estava desaparecido desde a última quarta-feira Foto: Arquivo pessoal / Divulgação  

A morte de Fernando Antonio Bernardi, 58 anos, encontrado no Rio das Antas, é investigada pela Polícia Civil inicialmente como afogamento. O aposentado de Caxias do Sul havia desaparecido na última quarta-feira, após avisar a família que iria pescar. Como o corpo, localizado em Cambará do Sul, estava em estado de decomposição, apenas a necropsia poderá apontar possíveis sinais de violência, que conduziriam a investigação para outra linha. O carro estava próximo a uma fazenda em São José dos Ausentes e foi encontrado na manhã de domingo.

— A suspeita inicial é de afogamento. É a primeira linha que surge. O carro estava ok, nada tinha sumido, carteira, nada — explica o delegado substituto de Cambará do Sul, Gustavo Barcellos, acrescentando que Bernardi estava vestido.

Leia mais:
Morador de Caxias do Sul que estava desaparecido é encontrado morto
Morador de Caxias do Sul está desaparecido há cinco dias

O ponto onde os bombeiros de Vacaria localizaram Bernardi é de difícil acesso. Por isso, um helicóptero teve de ser usado para içar o corpo. Como a região tem muita mata, o comandante do Corpo de Bombeiros, Luciano Mayer, acabou picado por abelhas e teve de ser internado no hospital de Bom Jesus. Ele já teve alta.

O velório de Bernardi ocorrerá nas capelas Cristo Redentor. Ele deve ser sepultado no final da tarde desta terça-feira no cemitério de Criúva, interior de Caxias do Sul.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.