Tumulto

BM utiliza munição anti-motim para conter briga entre detentos do presídio de Bento Gonçalves

Armas brancas foram utilizadas pelos apenados no confronto ocorrido no pátio

Por: Pioneiro
16/02/2017 - 16h09min | Atualizada em 16/02/2017 - 17h35min

Uma briga generalizada entre detentos do Presídio Estadual de Bento Gonçalves mobilizou a Brigada Militar na tarde desta quinta-feira. A confusão ocorreu durante o horário de pátio e a guarda externa precisou intervir com tiros de munição anti-motim. A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) ainda não se manifestou sobre o caso.

Leia mais
Dívida entre traficantes teria motivado assassinato em Fazenda Souza, no interior de Caxias do Sul
Ação conjunta resulta em três presos e drogas apreendidas em Farroupilha

O tumulto ocorreu pouco depois das 15h. De acordo com a BM, os apenados utilizaram armas brancas na briga. A direção do presídio ainda apura o que aconteceu. Não há relatos de ferimentos graves.

De acordo com o balanço de janeiro, o Presídio Estadual de Bento Gonçalves abriga 246 detentos. A capacidade de engenharia da casa é para 96 pessoas.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.