Seu Problema é Nosso

Comunidade de Porto Alegre luta há um ano para prefeitura consertar rede de esgoto e asfalto quebrado

Dep iniciou as obras na canalização nesta terça-feira

15/02/2017 - 08h06min | Atualizada em 15/02/2017 - 08h19min
Comunidade de Porto Alegre luta há um ano para prefeitura consertar rede de esgoto e asfalto quebrado Arquivo pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG  

Um jogo de empurra entre órgãos da prefeitura de Porto Alegre está atrasando os consertos necessários na Rua Sílvio Romero, no Bairro Partenon, em Porto Alegre. Parte do asfalto próximo ao número 490 e na esquina com a Rua Homem de Melo está quebrada e com vazamento de esgoto há pelo menos um ano, de acordo com o porteiro Alfeu Linhares, 57 anos, morador da região desde que nasceu.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Segundo Alfeu, o Departamento de Esgotos Pluviais (Dep) já esteve no local e desentupiu uma boca de lobo. Entretanto, a canalização não foi substituída nem a pavimentação consertada. O vazamento de esgoto, que é recorrente, traz ainda um outro problema: o mau cheiro. Alfeu ressalta que, nos dias quentes, é quase insuportável ficar na rua:

— O cheiro é horrível e, como volta e meia está vazando, acredito que seja uma situação mais complicada, de toda a canalização que passa por debaixo da rua.

Sem atenção

Na Rua Sílvio Romero passam duas linhas de ônibus: 257 – Paulino Azurenha/Azenha/Cascatinha e 255 – Caldre Fião. O peso dos veículos tem contribuído ainda mais para o afundamento e a abertura de buracos no asfalto.

Nem mesmo o movimento intenso de ônibus, carros e pedestres na via foi suficiente para a comunidade receber atenção da prefeitura.

— Uma equipe do Dep esteve aqui e disse que tinha que passar o problema pro Dmae e, depois, pra Secretaria de Obras. Ficou por isso mesmo — conta Alfeu.

Outra queixa do porteiro é a grama da calçada que, por vezes, cresce e fica um bom tempo sem capina. Cansado de esperar pelo município, há menos de uma semana ele pagou um trabalhador autônomo para cortar o matagal.

— Estou tentando resolver uma situação que nem é minha responsabilidade. Eu moro na rua de baixo, mas estou fazendo o meu papel de cidadão. A vizinhança toda paga os impostos e espera poder contar com a prefeitura quando precisamos — desabafa Alfeu.

Leia mais
Falta de remédio desde outubro na Farmácia de Medicamentos Especiais do Estado prejudica idoso
Furtos, acúmulo de lixo, matagal e até um cavalo: cemitério municipal de Sapucaia do Sul está abandonado
Após buraqueira em ruas prejudicar 400 passageiros, ônibus voltam a circular em Alvorada

Conserto da canalização teve início ontem

A assessoria de comunicação do Dep informa que a Seção Leste de Conservação do órgão fez uma vistoria na Rua Sílvio Romero na manhã de ontem e constatou que a canalização está obstruída. O órgão garantiu, ainda, que já na tarde de ontem o serviço de limpeza e desobstrução da rede pluvial seria iniciado.

Somente após o conserto da rede de canalização é que o asfalto pode ser consertado, mas ainda sem previsão.

Reclamações podem ser feitas por meio do 156 – Fala Porto Alegre. Lembre-se de anotar e guardar o número do protocolo, pois ele é a garantia de que os responsáveis receberam a situação.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.