Guajuviras

Mais de 100 famílias são retiradas de área invadida em Canoas 

Cerca de 300 PMs, guardas municipais e demais agentes da prefeitura cumprem ação de reintegração de posse

14/02/2017 - 09h08min | Atualizada em 14/02/2017 - 10h50min
Mais de 100 famílias são retiradas de área invadida em Canoas  Cid Martins / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Cid Martins / Agência RBS / Agência RBS  

Mais de 300 PMs, incluindo policiais a cavalo e do Batalhão de Choque, guardas municipais e demais agentes da prefeitura de Canoas cumprem na manhã desta terça-feira ação de reintegração de posse no bairro Guajuviras. As informações são da Rádio Gaúcha. 

Ao todo, 110 famílias estão sendo retiradas de uma área invadida no dia 1º de janeiro deste ano, no final da Estrada do Nazário. Desde essa data, foram mais de 15 invasões de áreas no município. 

Oficiais de Justiça entregaram a ordem de despejo às 7h30, logo após a área ter sido isolada e a energia elétrica cortada. A ação ocorre de forma pacífica, apenas alguns descontentamentos solucionados de forma rápida pelas autoridades.

Um dos momentos mais tensos foi quando um homem ateou fogo em dois casebres e incitou outras pessoas contra os policiais. Pedras foram jogadas contra os brigadianos e contra um drone utilizado pela BM. O tumulto foi contornado por volta de 10h.



Retroescavadeiras e caminhões estão na região, além de um helicóptero e de um blindado da Brigada Militar. 

Foto: Cid Martins / Reprodução / Twitter

As famílias, após a destruição das casas, estão sendo encaminhadas para a praça da Juventude. Depois de cadastro, serão conduzidas para casas de familiares ou para abrigos. 

Na área invadida, será construída uma Unidade Básica de Saúde para atender 15 mil pessoas. O secretário de segurança de Canoas, Ranolfo Vieira Jr, diz que o objetivo é negociar desocupações pacíficas dos invasores que estão em mais de 15 áreas.

A gestão anterior da prefeitura de Canoas informa que havia um trabalho permanente e integrado entre Secretaria de Habitação, Guarda Municipal, Brigada e Vigilância Privada durante 24 horas para prevenir ocupações. Além disso, também destacou que as ocupações foram evitadas através de 4 mil moradias do projeto Minha Casa Minha Vida feitas.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.