O que você precisa saber

Relatório da reforma da Previdência deve ser apresentado hoje: 7 coisas para começar o dia informado

ZH indica os assuntos mais importantes desta terça-feira                          

Por: Zero Hora
18/04/2017 - 07h36min | Atualizada em 18/04/2017 - 07h36min

1. Tempo de contribuição para aposentadoria integral cairá para 40 anos

O presidente Michel Temer confirmou que a proposta de reforma da Previdência feita pelo governo reduzirá de 49 para 40 anos tempo de contribuição para aposentadoria com salário integral. De acordo com a nova regra, explicada pelo presidente, o trabalhador poderia se aposentar com 25 anos de contribuição, recebendo 70% do salário. O relator da reforma, deputado Arthur Maia (PPS-BA), admitiu que a idade mínima das mulheres será menor do que 65 anos. O deputado disse que a definição sobre qualquer adiamento da leitura do relatório na comissão especial, marcada para esta terça-feira, é do presidente do colegiado na Câmara, deputado Carlos Marun (PMDB-MS). O relator frisou que o relatório "está pronto", mas disse que, se houver adiamento, será de "no máximo um dia".

2. Em seis anos, RS pagou R$ 82,2 milhões em diárias para PMs em presídios

Policiais militares (PMs) recebem de forma quase ininterrupta um benefício para custeio de viagem que deveria ser eventual. O pagamento de diárias para brigadianos que atuam na força-tarefa da Brigada Militar nos presídios, em alguns casos, ocorreu em todos os 365 dias de um ano — sem domingos, feriados, férias ou folgas. A prática, que consiste num improviso institucionalizado, é considerada irregular pelo Ministério Público de Contas (MPC). Apenas em 2016, o repasse para os cerca de 500 PMs que atuam em cadeias do RS chegou a R$ 12,3 milhões. O valor poderia pagar, durante 12 meses, o salário inicial de 220 agentes penitenciários, incluindo 13º. A distorção ocorre desde que a BM foi chamada, há 22 anos, para assumir o controle de cinco casas prisionais devido aos os frequentes motins e fugas da época

3. José Otávio Germano é alvo de nova denúncia na Lava-Jato

Investigado em três inquéritos da Operação Lava-Jato, o deputado José Otávio Germano (PP-RS) foi alvo de nova denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR). O parlamentar é acusado de corrupção passiva qualificada, por supostamente ter pago R$ 200 mil em espécie ao então diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Além de Germano, é investigado no mesmo inquérito o deputado Luiz Fernando Ramos Farias (PP-MG). Além da condenação, a PGR pede que os dois deputados percam o mandato e devolvam R$ 1 milhão aos cofres públicos — R$ 200 mil por danos materiais e R$ 800 mil por danos transindividuais. Segundo o procurador-geral, Rodrigo Janot, o dinheiro teria sido entregue a Costa em retribuição a favorecimentos da Petrobras à empresa Fidens Engenharia em contratos e obras na estatal.

4. Sem garantia de vitória, pacote de Sartori permanece parado

Pelo quarto mês consecutivo, sem garantia de aprovação, os 11 projetos remanescentes do pacote de ajuste fiscal do governo José Ivo Sartori ficarão de fora de mais uma sessão da Assembleia. Sem garantia de aprovação, o Palácio Piratini irá propor a apreciação de outras três matérias nesta terça-feira, que nada têm a ver com corte de gastos — a mais importante é a que reajusta o salário mínimo regional. O trio está entre os oito projetos que tramitam em regime de urgência e trancam a pauta do Legislativo. Desse grupo, as mais antigas são quatro propostas do pacote, mantidas no limbo desde 22 de dezembro. O líder do governo na Casa, Gabriel Souza (PMDB), nega que a opção decorra de falta de apoio.

5. Inter treina com atenções voltadas a Edenilson

O Inter treina às 10h para o jogo de quarta-feira, contra o Corinthians, pela Copa do Brasil. Edenilson, que sentiu dores na coxa direita, passa por tratamento e é dúvida para o confronto.

6. Grêmio treina e viaja para o Paraguai

O Grêmio treina nesta manhã e viaja às 23h para Assunção, onde na quinta-feira enfrenta o Guaraní pela Libertadores. Na atividade desta terça, no CT Luiz Carvalho, a primeira parte será fechada à imprensa.

7. Chuva fraca ainda será registrada no Estado nesta terça-feira

Apesar da maior parte do Rio Grande do Sul registrar tempo firme, a terça-feira terá ocorrências de chuva fraca nas faixas leste e oste do Estado. Segundo previsão da Somar Metorologia, os ventos úmidos do mar, associadas à circulação de um sistema de alta pressão atmosférica no oceano, causam chuva fraca no Leste. As temperaturas não sobem muito ao longo do dia sobre as faixas Sul e Leste. Já no extremo Noroeste, o tempo fica abafado, mesmo com o clima instável. Na Capital, a terça-feira deve ser de sol entre poucas nuvens. A temperatura deve variar entre 18ºC e 24ºC.

Veja a previsão do tempo para a sua cidade

*ZERO HORA

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.