Redes sociais

No Twitter, Marchezan tenta se descolar de Aécio e diz que "Brasil está como quadrilha de drogas"

Prefeito afirmou que se buscou "uma transição até a eleição em 2018 apoiando o governo eleito pelo PT", mas que "o passado, a natureza falaram mais forte"

Por: Zero Hora
18/05/2017 - 15h56min | Atualizada em 18/05/2017 - 16h06min

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB), manifestou-se pelo Twitter, nesta quinta-feira (18), depois da divulgação de trechos da delação dos donos JBS. O tucano tentou descolar o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, da imagem do partido e afirmou que o senador afastado "tem a necessidade e obrigação de se explicar e se defender". Aécio foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao proprietário da JBS, Joesley Batista, e foi alvo de ação da Operação Lava-Jato nesta quinta-feira. 

Leia mais
AO VIVO: acompanhe a repercussão da crise no governo e as ações da Lava-Jato
O que revelaram os donos da JBS na delação que implodiu Brasília
O que pode acontecer com Temer após delação da JBS vir à tona

Em seguida, Marchezan disparou que o "Brasil está como quadrilhas das drogas: cai um e logo tem outro para assumir". No mesmo tuíte, o prefeito da Capital ainda citou Lula, Dilma e Temer, e lamentou: "Que tristeza para o Brasil".

Também tentando desvencilhar o PSDB do Planalto, onde a sigla detém ministérios desde o afastamento de Dilma Rousseff da Presidência, em maio de 2016, Marchezan ponderou que se buscou "uma transição até a eleição em 2018", dando apoio ao "governo eleito pelo PT". O prefeito, no entanto, afirmou que "o passado, a natureza, falaram mais forte".

Marchezan também afirmou que "mais uma vez, a estrutura pública gigante e podre, vai fazer com que os mais pobres sofram ainda mais". O prefeito 

Minutos mais cedo, pelo Facebook, a vereadora de oposição Fernanda Melchionna (PSOL) havia provocado Marchezan ao questionar o silêncio do prefeito sobre a delação da JBS.

"Marchezan disse na campanha que não tinha corrupto de estimação. Será mesmo?! É estarrecedor o silêncio do atual Prefeito em relação ao escândalo de corrupção envolvendo o presidente nacional do seu partido, Aécio Neves, que já foi afastado das suas funções de senador, teve seu passaporte confiscado e sua irmã e primo presos", disse a vereadora.

Leia as últimas notícias sobre a delação da JBS

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.