Aviação

Dez anos após tragédia da TAM, parentes de vítimas buscam punição

Justiça confirmou em junho absolvição dos três únicos acusados

14/07/2017 - 14h37min | Atualizada em 14/07/2017 - 16h35min
Dez anos após tragédia da TAM, parentes de vítimas buscam punição Genaro Joner/Agencia RBS
Apesar da dor, familiares afirmam que tragédia deixou como legado maior segurança no transporte aéreo Foto: Genaro Joner / Agencia RBS  

Dez anos após o acidente em Congonhas, parentes das vítimas ainda esperam que alguém seja punido criminalmente pela tragédia. Presidente da Associação das Famílias e Amigos das Vítimas do Voo TAM JJ3054, o professor Dário Scott avalia que a absolvição dos três acusados no caso, confirmada em segunda instância pelo Tribunal Federal Regional da 3ª Região no mês passado, foi uma derrota. A intenção é recorrer ao Superior Tribunal de Justiça.

– A única vitória que não conseguimos foi a penalização das pessoas que, para nós, tiveram responsabilidade. Poderiam ter evitado essa tragédia – diz Scott. 

Respondiam ao processo Alberto Fajerman, vice-presidente de Operações da TAM à epoca, Marco Aurélio dos Santos de Miranda e Castro, então diretor de segurança de voo da TAM, e Denise Abreu, da Agência Nacional de Aviação Civil. Eles foram acusados de atentado contra a segurança de transporte aéreo. Scott, pai da estudante Thais, 14 anos, que estava a bordo, explica que o desastre deixou um legado:

– Foi um aprendizado para companhias e agências controladoras e fiscalizadoras para que não volte a acontecer. 

Reuniões dos familiares das 199 vítimas são, hoje, menos frequentes. Debates, como para a organização de eventos que marcam o aniversário da tragédia, são feitos de forma virtual, por redes sociais.

Leia mais:

Dez anos depois da tragédia da TAM, o que a aviação brasileira aprendeu
"A gente não procura culpados", diz chefe da investigação do acidente com Airbus da TAM em Congonhas
Tragédia da TAM ocorreu em contexto de crise no sistema aéreo
Em gráfico, o setor aéreo brasileiro antes e depois do acidente da TAM

HOMENAGENS ÀS VÍTIMAS

Porto Alegre
Haverá duas missas na Catedral Metropolitana de Porto Alegre: uma no domingo, às 18h30min, e outra na segunda, às 12h10min.
Na segunda-feira, será realizado tributo às vítimas do voo JJ3054, das 15h às 17h, na rotatória da Avenida Severo Dullius, em frente ao Hotel Íbis, próximo ao aeroporto Salgado Filho. O evento será beneficente em favor do Instituto do Câncer Infantil, com a doação de 10 quilos de alimentos não perecíveis ou itens de higiene.

São Paulo
No sábado, das 10h às 15h, haverá cerimônia religiosa e outras atividades na Praça Memorial 17 de Julho, ao lado do aeroporto de Congonhas. Às 16h, missa na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, no bairro Campo Belo.

* Colaborou Paulo Rocha


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.