Fome de bola

Em clima de Copa, onças jogam futebol no Gramadozoo

Com a atividade, animais ficam ocupados e evitam o estresse em cativeiro

04/07/2014 | 16h09
Em clima de Copa, onças jogam futebol no Gramadozoo Halder Ramos/Gramadozoo
Técnicos colocam peixes dentro de uma bola feita de material acrílico Foto: Halder Ramos / Gramadozoo

No futebol das onças, nenhuma é o Neymar, mas todas são feras. Com fome de bola, mordem mais do que o Suárez e têm mais faro de gol do que o Fred, segundo os especialistas do Gramadozoo, que continua com ações temáticas alusivas à Copa.

Além de alimentação especial, a equipe técnica desenvolve atividades para exercitar os bichos e evitar o estresse em cativeiro. Depois de uma semana inteira de chuva, a bola rolou no recinto das onças-pintadas – o maior felino brasileiro.

- A onça tem a mordida mais forte entre todos os felinos - afirma o veterinário Renan Stadler, responsável técnico do zoológico.

Segundo ele, a atividade com a bola serve para as onças praticarem exercícios físicos. Para provocar o interesse pela atividade e apurar os instintos, os técnicos colocam peixes dentro de uma bola feita de material acrílico.

- Elas ficam girando a bola para pegar os peixes. Com a atividade, elas ficam ocupadas e evitamos o estresse em cativeiro. O trabalho serve também para manter os animais ativos e aquecidos durante o inverno - afirma.

O programa de atividades ocupacionais é desenvolvido diariamente em dois turnos. Além das onças, outros animais participam de ações específicas. Os visitantes podem acompanhar o trabalho e aprender mais sobre a fauna brasileira.

O Gramadozoo, que usa vidros blindados e enormes viveiros em vez de grades e jaulas, fica no km 35 da ERS-115 e funciona diariamente das 9h às 17h.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.