Polícia

Suspeito de matar dono de agropecuária em Gravataí é preso

Valdir dos Santos Rambo foi detido por porte ilegal de arma

21/09/2016 - 08h18min | Atualizada em 21/09/2016 - 17h54min
Suspeito de matar dono de agropecuária em Gravataí é preso Polícia Civil/ Divulgação/
Foto: Polícia Civil/ Divulgação

O suspeito de participar da morte do empresário, José Valdeci Muhl, de 48 anos, em Gravataí no dia 7 de setembro foi preso na noite de terça-feira, em Gravataí. Valdir dos Santos Rambo foi detido por porte ilegal de arma, na Rua Pardal, Vila Canarinho, em Cachoerinha, durante a Operação Avante. As informações são da Rádio Gaúcha.

Conforme o delegado plantonista da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Gravataí, Max Otto Ritter, Rambo estava com duas armas e uma delas tem as mesmas características do assassinato do empresário e é artesanal. Rambo disse que aprendeu a fazer este tipo de arma durante o ano em que esteve  no Presídio Central. 

Leia mais
Dono de agropecuária morto em assalto pode ter sido vítima de emboscada
Um terço dos brasileiros culpa vítima por estupros, diz Datafolha
Jovem é morto com três tiros em Passo Fundo

O suspeito deve ser encaminhado ainda nesta quarta-feira para o sistema prisional e tem antecedentes criminais por roubo, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Agora, a ideia é confrontar a prisão de hoje com o latrocínio e, se confirmado, descobrir a identificação do outro envolvido no crime.

José Valdeci Muhl sofreu uma emboscada no dia 7 de setembro. Ele teria recebido uma ligação pedindo a entrega de produtos no Morada do Vale I e saiu da agropecuária com o produto em uma motocicleta e o troco do pedido. No entanto, a solicitação era falsa, conforme a polícia. Na casa informada, ninguém havia ligado para a agropecuária. 

Muhl foi abordado por criminosos e atingido com três tiros. O dinheiro do dia de trabalho e o troco da entrega foram levados pelos criminosos.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.