Violência

Polícia identifica vítimas de homicídio e suicídio ocorridos em bar de Canoas

Edivaldo Defaveri, 35 anos, matou Marilei Cardoso Pereira, 21 anos, e depois se matou na terça-feira

Por: Vanessa Kannenberg
19/10/2016 - 13h29min | Atualizada em 19/10/2016 - 13h31min

A Polícia Civil identificou como Edivaldo Defaveri, 35 anos, e Marilei Cardoso Pereira, 21 anos, o casal morto na terça-feira em um bar no Centro de Canoas. Por volta de meio-dia, após um desentendimento, Defaveri pegou uma arma e atirou duas vezes contra Marieli. Em seguida, ele se suicidou.

Para o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP), delegado Valeriano Garcia Neto, trata-se de crime passional. Ambos chegaram juntos ao bar na Avenida Vitor Barreto, pediram uma Coca-Cola e um café, e teriam iniciado uma discussão. Marilei chorava muito. Quinze minutos depois, ele teria cometido os três disparos. Ambos morreram no local.

Leia mais:
Presos traficantes que se denominavam "uma grande família" em Viamão
Como crimes de homicídio afetam a qualidade de vida da população
Criminoso morre em explosão de agência bancária em Terra de Areia

Além da briga rápida relatada por testemunhas, a perícia encontrou uma caixa vermelha em formato de coração, com um símbolo do Internacional — Defaveri vestia uma camisa do time — e uma foto do casal dentro, com um bilhete de declaração dela para o namorado no verso.

— Se ele estava devolvendo a caixa ou se ela estava oferecendo a ele pela primeira vez, não sabemos. Mas parecia uma tentativa de reconciliação — afirma o delegado.

As condições do relacionamento ainda estão sendo apuradas pela polícia. Familiares e amigos do casal devem ser ouvidos.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.