Em Rosário do Sul

Diretor da Susepe é afastado após ser flagrado dirigindo embriagado em carro oficial

João Eduardo Quevedo Raymunde estava com a esposa, a cunhada e uma sobrinha e voltava de Uruguaiana após uma festa de Carnaval fora de época na cidade

Por: Rádio Gaúcha
20/03/2017 - 18h21min | Atualizada em 20/03/2017 - 20h45min

O diretor da Escola Penitenciária da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), João Eduardo Quevedo Raymunde, foi afastado do cargo nesta segunda-feira, um dia após ser flagrado dirigindo sob efeito de álcool um carro oficial do órgão. As informações são da Rádio Gaúcha.

O flagrante ocorreu na tarde de domingo, na BR-290, em Rosário do Sul. Ontem, o secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer, determinou abertura de sindicância para apurar o caso.

Leia mais
"Agora estou aliviado", diz universitário preso por engano após passar noite em delegacia
PM é baleado na cabeça em assalto a shopping em Pelotas
Homem é executado na frente da esposa e da filha em Porto Alegre

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Raymunde conduzia um Toyota Corolla. O carro, veículo oficial da Susepe, não estava com os adesivos da superintendência. O diretor, que estava acompanhado da esposa, de uma cunhada e de uma sobrinha de três anos, voltava de Uruguaiana para Porto Alegre.

De acordo com o registro da ocorrência pela PRF, os agentes solicitaram que Reymunde se submetesse ao teste do etilômetro (bafômetro) e o resultado apontou concentração de 0,22 miligramas de álcool por litro de ar expelido (mg/l), quando o máximo permitido é 0,05 mg/l. O diretor foi autuado por dirigir sob o efeito de álcool, transitar com o veículo em desacordo com as especificações exigidas pela legislação e por transportar criança sem o uso de cadeirinha adequada.

O carro foi levado para depósito do Detran de Rosário do Sul por não ter sido apresentado outro servidor do órgão para conduzir o veículo.

Corregedoria também vai apurar motivo da viagem

Durante a abordagem, os policiais rodoviários também questionaram a Reymunde se ele estava em serviço. Ainda de acordo com a ocorrência registrada, o diretor respondeu que sim, e que estava retornado de missão no município da Fronteira Oeste.

No Facebook, uma foto publicada na conta de uma mulher, que consta como amiga de Reymunde na rede social, o diretor aparece de chapéu branco acompanhado dela e de outras três duas pessoas na Avenida Presidente Vargas, em meio aos desfiles do Carnaval fora de época de Uruguaiana. O evento teve sua noite de encerramento iniciada no sábado e se estendeu pela durante seguinte. A foto foi publicada às 04h12min de domingo com a legenda "Última noite! Avenida do Samba". A marcação da conta de Reymunde na imagem aparecia na rede social até o início da tarde de ontem, mas foi removida após a divulgação de seu afastamento. Até o final da noite, a foto seguida no ar.

O corregedor-geral da Susepe, Luiz Fernando Lopes Barcelos, afirmou que não é permitido o transporte de "particulares dentro de veículo oficial". A sindicância vai apurar também o porquê de o veículo estar sem o adesivo de identificação e o motivo para a viagem até Uruguaiana:

— Vamos investigar se ele estava a serviço ou não, a que título ele foi até a cidade.

O que diz João Eduardo Quevedo Raymunde

Por telefone, afirmou que a concentração de álcool no sangue acima do limite permitido foi resultado do uso de homeopatia. Alega que explicou aos policiais rodoviários federais a situação e que não foi possibilitada contraprova do teste. Quanto ao carro estar sem os adesivos do órgão, disse que recebeu a viatura ao assumir o cargo e foi informado de que era um veículo discreto pertencente anteriormente ao Departamento de Segurança e Execução Penal, e que não é sua responsabilidade ou da Escola Penitenciária da Susepe cobrar ou fiscalizar a adesivagem. Quanto ao motivo da viagem, afirmou ter ido a Uruguaiana para reunião com o titular da 6ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR) que tratou de convênio da escola com a Polícia Federal. Sobre a foto em que aparece no Carnaval fora de época da cidade, considera que sua presença, no camarote do prefeito, era oficial, pois estava na companhia de outras autoridades. Sobre ter transportado familiares no carro oficial, reconhece o equívoco, justificando que deu carona para a mulher em razão de o veículo particular dela ter estragado.

O que diz a Secretaria da Segurança Pública, em nota

O secretário de Segurança Pública, Cezar Schirmer, determinou, nesta segunda-feira (20), a abertura de sindicância e afastamento imediato do servidor João Eduardo Quevedo Reymunde do cargo de Diretor da Escola Penitenciária da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) do Rio Grande do Sul. O servidor público estadual foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), neste final de semana, conduzindo veículo oficial, acompanhado de familiares e apresentando sinais de embriaguez.

Leia as últimas notícias de Polícia

*Rádio Gaúcha

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.