Guerra do tráfico

Preso um dos envolvidos na morte de criança atingida por bala perdida em Porto Alegre

Adryan Joaquim Rolim da Rosa, 9 anos, estava indo para um culto religioso com a família quando foi alvejado no último domingo

20/04/2017 - 07h57min | Atualizada em 20/04/2017 - 08h02min
Preso um dos envolvidos na morte de criança atingida por bala perdida em Porto Alegre Renato Dornelles/DG
Crime ocorreu na Rua Guaíba, que amanhece deserta no domingo, após a morte do menino Foto: Renato Dornelles / DG  

Agentes da 1ª Delegacia de Homicídios de Porto Alegre prenderam um dos suspeitos envolvidos na morte do menino Adryan Joaquim Rolim da Rosa, 9 anos, atingido por bala perdida no último sábado na Lomba do Pinheiro, zona Leste. As informações são do blog Caso de Polícia.

A criança estava indo para um culto religioso com a família quando quatro criminosos, em duas motos, tentaram executar um homem em via pública. Ele estava ao lado do menino. O preso, apontado por ser um dos executores do crime, tem 21 anos e vários antecedentes policiais. O nome dele ainda não foi divulgado.

Leia mais:
Menino de nove anos morreu por bala perdida em meio à guerra do tráfico
Renato Dornelles: a morte e o testemunho aos nove anos

O delegado Rodrigo Reis diz que a prisão ocorreu na tarde de quarta-feira, mas que só foi divulgada nesta quinta-feira porque a polícia ainda procurava outros dois suspeitos identificados — os três tiveram prisão preventiva decretada — e ainda há outros dois homens que ainda não foram identificados. 

Entre os que a polícia já identificou, estão dois executores, responsáveis pelos primeiros disparos, e o mandante do crime, apontado como líder do tráfico na parada 13 da Lomba do Pinheiro.

 Todos os envolvidos seriam traficantes de drogas e a motivação do crime seria a disputa de território entre facções rivais. 

— Ressalto a importância e a colaboração da comunidade que nos ajudou através de denúncias — diz Reis.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.