Ministério Público 

Operação combate guerra de facções que causou cinco mortes em oito dias em Santo Antônio da Patrulha 

Agentes cumpriram 14 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão 

14/09/2017 - 09h05min | Atualizada em 14/09/2017 - 09h05min
Operação combate guerra de facções que causou cinco mortes em oito dias em Santo Antônio da Patrulha  Divulgação/Ministério Público
Foto: Divulgação / Ministério Público  

O Ministério Público (MP) e a Brigada Militar (BM) realizaram, na manhã desta quinta-feira (14), uma operação para combater a guerra do tráfico em Santo Antônio da Patrulha, no Litoral Norte. Cinco pessoas foram mortas em apenas oito dias entre maio e junho deste ano. Foram contabilizados, até as 8h40min de hoje, 18 presos. Cinco criminosos foram detidos nesta manhã, 13 foram presos durante a investigação e quatro suspeitos ainda estão foragidos. 

A ação é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP. Foram cumpridos 14 mandados de prisão preventiva (cinco de suspeitos já presos anteriormente) e 16 mandados de busca e apreensão em Santo Antônio da Patrulha, Osório, Glorinha e Canoas. A Operação foi batizada de Madre Teresa, em referência às investigações relativas à guerra entre duas facções pelo comando do tráfico de drogas no bairro de mesmo nome em Santo Antônio da Patrulha. 

Leia mais
Preso em SC enteado de um dos criminosos mais procurados do RS
Homem mata ex-mulher a tiros em frente a filha em Taquara
Uma tonelada e meia de maconha é apreendida em carga de soja na BR-386 

Guerra do tráfico

Entre os dias 29 de maio e 5 de junho deste ano, ocorreram cinco homicídios no município litorâneo de cerca de 40 mil habitantes. Todos tiveram como motivação acerto de contas envolvendo o tráfico de entorpecentes.  

Além disso, houve toque de recolher entre os meses de maio e junho e foram divulgados até áudios pelo WhatsApp com ameaças de traficantes. Também houve ameaças de invasão aos apartamentos de um condomínio popular. Devido a essa situação de insegurança, foi encaminhado reforço para policiamento ostensivo na cidade. Segundo a BM, vários crimes foram apurados e evitados após a chegada de mais policiais.  

Leia mais notícias de Polícia