Planalto

Operação Aparecida prende 13 por roubos a propriedades rurais na região de Marau

Um policial militar também é investigado como integrante do grupo, já que foram encontradas armas em sua residência

21/09/2016 - 14h44min | Atualizada em 21/09/2016 - 14h47min

A polícia prendeu, nesta quarta-feira, 13 pessoas no âmbito da Operação Aparecida, que tem por objetivo combater crimes contra o patrimônio na região, principalmente roubos a residências e propriedades rurais. Foram cumpridos oito mandados de prisão e 22 de busca e apreensão em Marau, Gentil, Guaporé, Mato Castelhano, Casca, Vila Maria, Passo Fundo, Nicolau Vergueiro, Tapejara e Água Santa, na região do Planalto.

Conforme o delegado Norberto dos Santos Rodrigues, da delegacia de Polícia Civil de Marau, as investigações iniciaram em janeiro deste ano para desmantelar uma organização criminosa que agia nessas cidades. Também está sendo investigada a participação de um policial militar como integrante do grupo, já que foram encontradas armas em sua residência.

Leia mais
Duas mulheres são encontradas mortas dentro de carro em Santo Ângelo
Sargento da BM é preso por suspeita de armazenar armas para quadrilha
Jovem é morto com três tiros em Passo Fundo

— O grupo agia normalmente durante o dia, chegando nas propriedades rurais e rendendo as vítimas. Na maioria das vezes, os criminosos utilizavam de violência para obter informações sobre senhas de cartão e contas bancárias das vítimas — relatou o delegado.

Durante as buscas foram apreendidas 14 armas longas, seis revólveres, duas pistolas, munições e celulares, além de diversos eletrodomésticos, eletroeletrônicos e ferramentas que podem ter sido roubadas.

Os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

Leia as últimas notícias de Polícia

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.