Entrevista ao Timeline

"Lava-Jato é intocável", diz ex-ministro do STF favorito para a Justiça

Carlos Velloso confirmou conversa com Temer, mas disse que não recebeu convite formal para assumir ministério

15/02/2017 - 14h10min | Atualizada em 15/02/2017 - 14h10min
"Lava-Jato é intocável", diz ex-ministro do STF favorito para a Justiça Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ex-ministro do STF Carlos Velloso Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil  

Cotado para ser o novo ministro da Justiça, o jurista Carlos Velloso, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), confirmou que teve encontro com o presidente Michel Temer, mas que não recebeu um convite formal para a pasta ocupada por Alexandre de Moraes. As informações são da Rádio Gaúcha.

— Voltaremos a conversar. Poderei ser ou poderei não ser — disse em entrevista ao Timeline Gaúcha.

Ouça na íntegra:

Sobre Alexandre de Moraes integrar a turma que pode julgar o próprio presidente da República no STF, ele disse não temer parcialidade. 

— Ele foi filiado a partido. Mas muitos ministros já foram. Não pode ser filiado depois. Juiz não se subordina à ninguém. Só à Constituição.

Leia mais
Temer diz que vai seguir conversando com Carlos Velloso, cotado para o Ministério da Justiça
Escolha de ministro da Justiça não terá conotação partidária, diz Temer

Velloso elogiou a Lava-Jato e disse que a operação não sofrerá interrupção. 

— Ela é intocável. Está passando a limpo o Brasil.

Ele ainda opinou sobre os vazamentos das delações dos ex-diretores da Odebrecht. 

— Se você divulga a delação, pode prejudicar as investigações.

O ex-ministro do STF também comparou a indicação de Moreira Franco para o ministério com a de Lula, no governo Dilma, afirmando que são distintas: 

— Era outra circunstância. Não é o que ocorre com Moreira. Ele está simplesmente mencionado numa delação.

No Twitter, Temer confirmou o encontro com Velloso: 

"Conversamos privadamente por mais de 1h. Meu amigo há mais de 35 anos. Marcamos esse encontro diretamente", informou a conta oficial do presidente.

E ele complementou: "Continuaremos a conversar nos próximos dias. A escolha do novo ministro da Justiça será minha, pessoal, sem conotações partidárias".

Leia as últimas notícias de Política

*Rádio Gaúcha

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.