Segurança Já

Rainha de bateria receberá homenagem de escola de samba em velório

Paola Serpa, integrante da Imperatriz Dona Leopoldina, foi assassinada por três homens que estavam em um Voyage prata enquanto esperava a filha em frente a um condomínio residencial em Cachoeirinha

Por: Zero Hora
17/02/2017 - 12h41min | Atualizada em 17/02/2017 - 13h52min
Rainha de bateria receberá homenagem de escola de samba em velório Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução / Facebook  

Assassinada enquanto esperava a filha em frente a um condomínio em Cachoeirinha na noite de quinta-feira, a comerciante e rainha de bateria da Imperatriz Dona Leopoldina, Paola Serpa, receberá homenagens da escola de samba durante o velório. Integrantes da escola se juntaram para participar da cerimônia, que começa às 14h desta sexta-feira no Cemitério Parque Memorial da Colina, na cidade da Região Metropolitana. O horário do sepultamento ainda não foi definido. 

Nas redes sociais, componentes de diversas escolas de samba prestaram solidariedade à família e à bateria da escola, a Laranja Mecânica. Paola ocupava o posto desde o ano passado. Antes, até 2015, ocupou o posto de musa dos ritmistas da Acadêmicos de Gravataí.

Leia mais
Comerciante é morta dentro de carro enquanto esperava a filha em Cachoeirinha
Polícia busca câmeras para identificar matador de rainha de bateria em Cachoeirinha

A secretária executiva da Imperatriz Dona Leopoldina, Helenira Lopes, disse que a escola também planeja homenagens durante desfile oficial de Carnaval em Porto Alegre, em março. Como tributo, seu lugar não será ocupado por outra pessoa neste ano. A escola também lançou uma nota oficial lamentando a perda (leia a íntegra ao final deste texto).

A conselheira da escola Tânia Amaro lembra a educação e a humildade da rainha de bateria. 

– Ela era muito amorosa com a filha. Estava sempre acompanhada dela e do marido. Os três iam sempre juntos para a escola, eram muito unidos. Foi uma grande perda para nós – disse.

Paola estava com seu veículo estacionado na Avenida Obedy Cândido Vieira, no Distrito Industrial. Ela aguardava a filha de sete anos que fazia aula particular. Por volta das 19h, moradores do entorno do local do crime disseram que ouviram tiros e foram para a rua ver o que tinha acontecido, quando depararam com um homem abandonando o carro onde estava a vítima e fugindo em direção a um Voyage prata.

Confira a íntegra da nota da  Imperatriz Dona Leopoldina:

"O dia amanheceu cinzento, provavelmente vai chover....será o céu transmitindo o sentimento de toda família laranja. Nossa rainha de bateria, Paola Serpa, vítima de um latrocínio, foi tirada de nosso convívio. O final da quinta-feira, dia 16 de fevereiro, nunca mais será esquecido pela Família Imperatriz.

Hoje a partir das 11h começa nossa despedida. Despedida de uma pessoa incrível, uma mãe de família, uma esposa, uma mulher guerreira. Tudo nela era com muito amor. Informamos que a partir de hoje, nossos surdos serão silenciados pelo período de três dias.

Nossos mais sinceros sentimentos à família que sempre esteve conosco. Agradecemos a todas as manifestações de carinho com a família Imperatriz e a família da nossa eterna rainha."

Leia as últimas notícias


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.