Saudosos da ditadura

Manifestação reúne 20 pessoas pedindo intervenção militar

Houve faixas bilíngues e distribuição de notas públicas e panfletos

Por: Zero Hora
13/03/2017 - 14h07min | Atualizada em 13/03/2017 - 14h07min
Manifestação reúne 20 pessoas pedindo intervenção militar Mariana Fontoura/Especial
Foto: Mariana Fontoura / Especial  

Um grupo de 20 pessoas protestou no início da tarde desta segunda-feira, na Avenida Ipiranga, esquina com a Erico Verissimo, pedindo a intervenção militar no Brasil. O protesto faz parte de uma mobilização nacional cujo nome é "acorda Brasil". Foi organizado pelo Movimento Pátria Amada e distribuiu panfletos com o que definem como "algumas realizações do governo militar".

Durante o ato, em frente ao prédio de Zero Hora, transeuntes passavam e gritavam contra os manifestantes, que respondiam. Um deles, com megafone em punho, fez breve discurso com frases contra os partidos comunistas e a imigração de muçulmanos.

Um dos panfletos distribuídos tinha frases como "Deus salve o Brasil! - Deus! Pátria e família", "Acorda Brasil! Acordem irmãos e irmãs! Acorda povo" e "intervenção constitucional militar já!" As são direcionadas, nominalmente, ao "PT, PDT, PSOL, PCdoB, PCO, PSTU, PSB e Rede".

As faixas eram bilíngues, em português e inglês.

Havia dois coordenadores que assinaram uma "nota pública à imprensa", ambos do Movimento Pátria Amada: Ivan Cunha e Antônio Faccin.

Pessoas que seguravam as faixas disseram que se reuniram pelas redes sociais.

A mobilização terminou quando agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) chegaram pedindo que tirassem os carros mal estacionados.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.