Resposta

Em carta a Temer, Papa recusa visita ao Brasil e comenta a crise do país

Correspondência foi uma resposta a outra enviada pelo peemedebista no fim do ano passado, após o impeachment de Dilma Rousseff (PT)

Por: Zero Hora
18/04/2017 - 18h18min | Atualizada em 18/04/2017 - 20h54min
Em carta a Temer, Papa recusa visita ao Brasil e comenta a crise do país Tiziana FABI / AFP/
Foto: Tiziana FABI / AFP  

Em resposta a um convite do presidente Michel Temer (PMDB) para vir ao Brasil, o papa Francisco enviou uma carta em que comentou a situação política do país. Conforme informações obtidas pelo colunista Gerson Camarotti, da GloboNews, o pontífice não tomou posição partidária, mas disse que não compete a ele sugerir uma solução para "algo tão complexo".

"Sei bem que a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sociais, políticas e econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo", escreveu o Papa, segundo trecho publicado no blog de Camarotti nesta terça-feira. O colunista, no entanto, não especifica a data de recebimento da carta.

Leia mais:
Papa Francisco havia pedido proteção ao Brasil durante impeachment
Em maio, Papa pediu "harmonia e paz" para superar turbulência política
Papa mandou mensagem ao Brasil por tragédia da Chapecoense

A correspondência foi uma resposta a outra enviada por Temer no fim do ano passado, após o impeachment de Dilma Rousseff (PT), na qual o líder da Igreja Católica era convidado para a celebração dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados em 2017. 

Francisco escreveu que, por causa da agenda intensa, não poderia visitar o Brasil. Em outubro, a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) já havia anunciado que o pontífice não viria.

Na carta, o Papa faz, ainda, uma reflexão sobre a situação social do Brasil e pede a Temer uma atenção especial à população mais pobre.

"Não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira", escreveu ele.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.