Mobilização pela Região Sul

Frente parlamentar em defesa do Polo Naval de Rio Grande é instalada na Assembleia Legislativa

Iniciativa reúne deputados de diversos partidos no Estado

Por: Zero Hora
18/04/2017 - 15h12min | Atualizada em 18/04/2017 - 15h12min
Frente parlamentar em defesa do Polo Naval de Rio Grande é instalada na Assembleia Legislativa Lucia Maciel/Especial
Polo Naval de Rio Grande está enfrentando demissões em massa Foto: Lucia Maciel / Especial  

A Assembleia Legislativa gaúcha (AL-RS) instalou, na manhã desta terça-feira, a Frente Parlamentar em Defesa do Polo Naval de Rio Grande com objetivo de buscar soluções para recuperar a indústria naval no Estado. A iniciativa reúne deputados de diversos partidos e é presidida pelo deputado Nelsinho Metalúrgico (PT).

— A frente parlamentar é o instrumento político que dispomos para potencializar as ações em defesa da política naval brasileira, que já teve momentos de excelência e agora passa por grandes dificuldades — afirmou o presidente da AL, Edegar Pretto (PT) na abertura da cerimônia.

Leia mais:
Por que ainda há uma esperança para o polo naval de Rio Grande
ÁUDIO: histórico de produção naval foi "muito ruim", diz Pedro Parente
Em dois anos, indústria naval cortou 4,6 mil empregos no RS

Segundo divulgou a assessoria da Assembleia, depois de investir mais de R$ 15 bilhões e gerar 24 mil empregos diretos, o Polo Naval de Rio Grande para por sérias dificuldades. Em 2016, 4 mil trabalhadores foram demitidos com a transferência da construção da plataforma P-58 para o Espírito Santo. Hoje, o polo opera com apenas 3 mil trabalhadores. Há perspectivas de que outros 1,8 mil pesoas sejam dispensadas caso a Petrobras não firme novos contratos para a Plataforma P-54, que está em fase de finalização. 

Presidente da Frente Parlamentar, Nelsinho Metalúrgico prometeu trabalhar para unificar os deputados estaduais, federais e senadores gaúchos, independente de siglas partidárias, em torno da defesa da indústria naval.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Rio Grande, Benito Gonçalves, os trabalhadores estão "pedindo socorro à Assembleia Legislativa". Já o prefeito de Rio Grande Alexandre Lindenmeyer argumentou que o polo naval garantiu um crescimento de 12% ao ano na região, quadruplicou a arrecadação e duplicou a renda. Lembrou que, para cada emprego direto, foram gerados de quatro a cinco indiretos na cadeia produtiva.

Participaram do lançamento da Frente Parlamentar, os deputados Adão Villaverde (PT), Catarina Paladini (PSB), Tarcísio Zimmermann (PT), Jeferson Fernandes (PT), Pedro Ruas (PSOL), Stela Farias (PT), Zé Nunes (PT), Valdeci Oliveira (PT), Luiz Fernando Mainardi(PT) e o deputado federal Marco Maia (PT). Também acompanharam a instalação da Frente representantes da CUT, Sindicato dos Petroleiros, Comitê Gaúcho em Defesa do Pré-sal, Federação dos Metalúrgicos e uma comitiva de trabalhadores do Polo Naval de Rio Grande.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.