Terremoto no poder

Em vídeo, Temer diz que manifestações foram exageradas, e que Brasil não irá parar

Peemedebista ainda agradeceu aos presidentes da Câmara e do Senado e aos parlamentares da base pelo "empenho" nas últimas votações

Por: Matheus Schuch/RBS Brasília
25/05/2017 - 18h44min | Atualizada em 25/05/2017 - 18h44min

O presidente Michel Temer divulgou um vídeo, nesta quinta-feira (25), comentando as últimas manifestações de rua contra o seu governo e o andamento de votações no Congresso. O peemedebista disse que os atos registrados na quarta-feira (24) "ocorreram com exageros", e garantiu que "o Brasil não parou e não irá parar".

— As manifestações ocorreram com exageros, mas deputados e senadores continuaram a trabalhar em favor do Brasil, e aprovaram um número expressivo de medidas provisórias — disse Temer.

Leia mais
Revista Time coloca Temer na lista dos 5 líderes mais impopulares do mundo
OAB protocola pedido de impeachment contra Temer
Temer revoga decreto que autorizou uso das Forças Armadas em Brasília

Na gravação, de 2 minutos e 19 segundos, o peemedebista citou a aprovação pelo Congresso de sete medidas provisórias, entre elas as que tratam da regularização fundiária e do pente-fino no auxílio doença no INSS, além dos saques de contas inativas de FGTS. Segundo Temer, as medidas evitam o desperdício de dinheiro público e ajudam a movimentar a economia.

O peemedebista ainda agradeceu aos presidentes da Câmara e do Senado e aos parlamentares da base pelo "empenho" nas últimas votações.

— O trabalho continua, vai continuar. Temos muito ainda a fazer. Este é o único caminho que o meu governo pretende seguir: colocar o Beasil nos trilhos — finalizou.

Leia as últimas notícias de Política

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.