Terremoto no Poder

Partidos nanicos e médios querem Rodrigo Maia na Presidência 

Aliados do deputado federal começaram uma campanha em defesa do nome do parlamentar em uma eventual eleição indireta  

Por: Estadão Conteúdo
24/05/2017 - 10h00min | Atualizada em 24/05/2017 - 10h00min
Partidos nanicos e médios querem Rodrigo Maia na Presidência  Gustavo Lima/Fotos Públicas/ Câmara de Deputados
Foto: Gustavo Lima / Fotos Públicas/ Câmara de Deputados  

Aliados do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), começaram uma campanha em defesa do nome do parlamentar como candidato a presidente da República em uma eventual eleição indireta, caso o presidente Michel Temer renuncie, seja cassado ou sofra impeachment.

A candidatura dele já é defendida publicamente por líderes de partidos médios e nanicos e, nos bastidores, por lideranças de grandes partidos da base aliada e pela oposição.

Leia também
Ferraço dá relatório como lido e confirma votação de reforma trabalhista 

CAE suspende leitura de relatório após bate-boca e gritos de "golpista"
Sucessão de Temer é tema de conversas nos bastidores

– O momento ainda é de muita incerteza, mas o Rodrigo seria um bom candidato. Tudo que ele promete ele cumpre –, afirmou Luis Tibé (PTdoB-MG).

Líder do PEN, outro partido nanico como o PTB, o deputado Junior Marreca (MA) também defende a candidatura.

– Defendo o Rodrigo como candidato. Ele tem conduzido a Câmara com tranquilidade e é a opção mais viável que existe hoje. Não tem outro nome –, afirmou.

Uma eventual candidatura de Maia, que é alvo da Lava Jato, tem apoio até de deputados que já fizeram oposição ao parlamentar.

– Se o presidente sair, acho que ele é uma boa alternativa. Ele tem condições de ser eleito –, disse o deputado Paulo Pereira da Silva (SP), presidente do Solidariedade.

Paulinho era um dos líderes do antigo "Centrão", grupo de siglas médias que disputava espaço na base com o grupo de Maia.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.