Semana Farroupilha, ZH 2014, clicRBSZH 2014http://zh.clicrbs.com.br/rs/urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-iatom© 2011-2014 clicrbs.com.br2014-09-21T22:09:20-03:00urn:publicid:clicrbs.com.br:16897789Acampamento Farroupilha termina com mais de 1 milhão de visitantesPelas ruas de brita da cidade gaudéria montada ao lado do Guaíba passaram visitantes de 18 Estados brasileiros e 20 nacionalidades diferentes2014-09-21T22:09:20-03:002014-09-21T22:09:20-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLuiz Armando VazAcampamento Farroupilha termina com mais de 1 milhão de visitantesZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16897789Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-acampamento-farroupilha-termina-com-mais-de-1-milhao-de-visitantes-4603832Acampamento Farroupilha termina com mais de 1 milhão de visitantesPelas ruas de brita da cidade gaudéria montada ao lado do Guaíba passaram visitantes de 18 Estados brasileiros e 20 nacionalidades diferentes2014-09-21T22:09:20-03:002014-09-21T22:09:20-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brA mais longa das 27 edições do Acampamento Farroupilha, que teve início em maio, atravessou a Copa do Mundo e abriu suas porteiras durante os finais de semana até 7 de setembro – quando houve a inauguração oficial –, terminou neste domingo com um dia de temperatura agradável, grande movimento no Parque Harmonia e um público total de aproximadamente 1 milhão e 300 mil pessoas – 1,1 milhão entre 7 e 20 de setembro, 400 mil a mais do que no ano passado. Pelas ruas de brita da cidade gaudéria montada ao lado do Guaíba passaram visitantes de 18 Estados brasileiros e 20 nacionalidades diferentes. Segundo o coordenador do Acampamento 2014, Giovani Tubino, o sucesso é traduzido em uma palavra: segurança. – Isso foi bastante trabalhado. Nós alardemos que o parque estaria muito protegido pela Brigada Militar e pelo Corpo de Bombeiros, e quem veio ficou à vontade. Não houve brigas com armas ou mortes, somente pequenos furtos e arrombamentos. Além disso, os galpões foram abertos e atraíram bem mais gente, inclusive crianças – explica. Leia todas as notícias sobre o Acampamento Farroupilha Quiz: descubra em qual cidade do RS tu deverias morar VÍDEO: faça um tour virtual pelo Acampamento Farroupilha Os primeiros piquetes começaram a ser montados em 23 de maio para a Copa do Mundo, e alguns permaneceram até o encerramento. Foi o caso do Laços de Sangue, que exibia um mini-museu da história tradicionalista e foi ponto de encontro de argentinos em dias de jogos do Mundial. Crédito: Luiz Armando Vaz / Agência RBS – Montei minha casinha aqui. Trabalhava de dia e voltava para dormir à noite. Foi um acampamento bem anormal mesmo, muito tempo. Apesar do cansaço, a recompensa veio com um interessante número de novas amizades. A única coisa que me deixou triste foi a falta de um chuveiro próprio e o fato de não ser permitida a carga e descarga nos finais de semana – relatou Odorico Peres de Oliveira, 46 anos, responsável pelo piquete. Próximo dele, o casal Gilberto Espíndola, 62 anos, e Maria da Graça Espíndola, 59 anos, do Lendas do Sul, fitavam o último dia do vai e vem no parque e, entre um café e bolinho de chuva, recordavam momentos únicos vividos com estrangeiros ávidos em conhecer e cultura gaúcha. Fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Playlist gaudéria: a trilha sonora do Acampamento Farroupilha Saiba o que rola nas madrugadas dos bailes gauchescos – A nossa geração não terá outra oportunidade que nem essa. Que experiência gratificante adquirir e transmitir conhecimento. Falei com gente de várias partes do mundo. Seria legal a criação de um parque temático para alimentar isso o ano inteiro e não deixar nossos viajantes seguirem sempre para a Serra sem ficar aqui um pouco – sugere Gilberto. – Contamos nossas histórias para espanhois, franceses, alemães, húngaros, australianos e, claro, brasileiros. Os mais empolgados eram os coreanos, que chegaram sem intérpretes e se comunicavam só por sinais – lembra Maria.Porto Alegre, RSZH 2014Acampamento Farroupilha termina com mais de 1 milhão de visitantesZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-acampamento-farroupilha-termina-com-mais-de-1-milhao-de-visitantes-4603832Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16895788Bruxa grava documentário no Acampamento Farroupilha "Quero acabar com a ideia de que o povo gaúcho é carniceiro", disse2014-09-21T07:43:40-03:002014-09-21T07:43:40-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara ElyBruxa grava documentário no Acampamento Farroupilha ZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16895788Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-bruxa-grava-documentario-no-acampamento-farroupilha-4603351Bruxa grava documentário no Acampamento Farroupilha "Quero acabar com a ideia de que o povo gaúcho é carniceiro", disse2014-09-21T07:43:40-03:002014-09-21T07:43:40-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brO que bruxaria e tradicionalismo têm em comum? Para muita gente, absolutamente nada. Para a mestre maior da Tradição Imortais da Terra, Wakanda Layuth Mahtab, o Acampamento Farroupilha é o lugar ideal para a realização do paganismo, prática milenar que envolve, entre outras atividades, a bruxaria. Segundo ela, o próprio nome paganismo tem a ver com o pago, que quer dizer terra. — Do latim paganus significa camponês, rústico. Assim como os tradicionalistas, as bruxas são ligadas às raízes e aos quatro elementos geradores da vida, que são a terra, o fogo o ar a água. VÍDEO: fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Peões e prendas dão dicas do que vestir em um baile gaudério Conheça piquetes com nomes curiosos Mestre de uma Escola de Magia localizada na zona norte de Porto Alegre, Wakanda ou Luciana Machado tem três livros publicados sobre bruxaria contemporânea. Aos 41 anos e com 23 tatuagens, ela diz que passou por várias religiões até aprender a usar seus poderes. A descoberta foi algo natural quando, morando na Europa, percebeu uma relação íntima entre o folclore gaúcho e as danças sagradas, objeto de pesquisa em curso de pós-graduação da educação física. Ao falar de suas crenças, apresenta-se como parte de um povo que foi perseguido por pensar sobre os fatos. A própria vestimenta preta vem da época da inquisição, quando as bruxas se escondiam nas sombras das árvores. — As bruxas buscam o verdadeiro sagrado no contato com a terra. Queremos mudar a consciência planetária das pessoas. As entrevistas gravadas no acampamento em Porto Alegre ela pretende apresentar em um evento do meio astrológico. Entre os locais escolhidos para as gravações estão piquetes como o Alma Redomona e Laços de sangue, ambos comandados por mulheres. — Quero tirar a ideia de que o povo gaúcho é carniceiro. A moda entre os bruxos agora é ser vegetariano e zen. Nada a ver com esse ambiente. Acho que temos que assimilar a cultura de onde viemos e mostrar o valor das nossas tradições — diz a bruxa, que já foi primeira prenda em CTG e considera-se uma tradicionalista. Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Bruxa grava documentário no Acampamento Farroupilha ZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-bruxa-grava-documentario-no-acampamento-farroupilha-4603351Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16892307De férias em setembro, padre troca a batina pela bombacha e acampa no Harmonia2014-09-20T08:07:42-03:002014-09-20T08:07:42-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCarlos MacedoDe férias em setembro, padre troca a batina pela bombacha e acampa no HarmoniaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16892307Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-de-ferias-em-setembro-padre-troca-a-batina-pela-bombacha-e-acampa-no-harmonia-4602412De férias em setembro, padre troca a batina pela bombacha e acampa no Harmonia2014-09-20T08:07:42-03:002014-09-20T08:07:42-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brQuando o caminhão responsável pela limpeza dos banheiros se aproxima e os sabiás começam a cantar no Harmonia, por volta das 5h, é hora do patrão João Amorim Tadeu levantar para sua reza matinal. Todos os dias, ele repete o mesmo ritual, que pouco tem a ver com o clima tradicionalista do parque. É que, além de responsável pelo piquete Canta Galo, João também é padre. Em setembro, a tradição divide espaço com a fé e ele troca as missas na paróquia São Manoel por churrascos e tertúlias no Harmonia. Desfile de 20 de Setembro levará 4 mil gaúchos à avenida VÍDEO: fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Peões e prendas dão dicas do que vestir em um baile gaudério Conheça piquetes com nomes curiosos No galpão que mantém em conjunto com a família, são notáveis as marcas de ordem e disciplina. A organização, a brancura dos pelegos e a divisão de tarefas dão os ares de salão paroquial. Um detalhe chama a atenção: sem cama montada no piquete, ele descansa no chão, em um saco de dormir estendido sobre pelegos e usando a cela de travesseiro. — É como o homem do campo fazia — explica. Um discreto crucifixo de madeira e uma capelinha de Nossa Senhora Aparecida misturam-se entre elementos campeiros que decoram as paredes. Mas quem não presta atenção dos detalhes pode até passar despercebido pelo fato de ter um padre ali. — Não costumo por na manchete. Depois que o pessoal descobre quem sou e vê a relação que tenho com o tradicionalismo, acabam achando normal, mas prefiro ser discreto — explica, de bota e bombacha. A credencial celestial de Tadeu notabilizou-se quando ele começou a rezar casamentos nos piquetes, como o dos jovens Natieli dos Santos e Maic Lemos, que trocaram alianças no piquete Desgarrados da República em 2013. (temos matérias desse casamento - chamar no on - ). Este ano, realizou um batizado campeiro. Mas como está de férias, prefere evitar esse tipo de compromisso. Um barril de chope instalado no piquete do padre campeiro levanta a questão: padre pode beber? Ele garante que, com moderação, não há problema tomar uns goles de chopp e canha. Mas dá uma lição de moral quando o assunto são os excessos: — A bebida é o principal motivo para tanta gente brigar no acampamento e perder o foco dos valores gaúchos. Tricolor inveterado, ele já foi capelão do Grêmio e diz ter criado, nas cidades por onde passou, invernada artística e CTG. Fã de Jayme Caetano Braun, diz que reunir-se à noite em volta do fogo para ouvir uma boa música é o grande lance do acampamento. É também a forma de aliar as paixões que possui com os ensinamentos do seu superior: — O papa Francisco diz que a Igreja tem que estar aonde o povo está. Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014De férias em setembro, padre troca a batina pela bombacha e acampa no HarmoniaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-de-ferias-em-setembro-padre-troca-a-batina-pela-bombacha-e-acampa-no-harmonia-4602412Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16887914Quiz: descobre em qual cidade do RS tu deverias morarResponde as perguntas e vê o lugar que mais tem o teu jeito no Estado2014-09-19T21:04:02-03:002014-09-19T21:04:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSTadeu VilaniQuiz: descobre em qual cidade do RS tu deverias morarZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16887914Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-quiz-descobre-em-qual-cidade-do-rs-tu-deverias-morar-4602717Quiz: descobre em qual cidade do RS tu deverias morarResponde as perguntas e vê o lugar que mais tem o teu jeito no Estado2014-09-19T21:04:02-03:002014-09-19T21:04:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brChimarrão na praça, balada ou churrasco com os amigos? Na Semana Farroupilha, ZH montou um quiz para saber qual cidade do Rio Grande do Sul mais tem a tua cara. Leia todas as matérias de ZH Leia todas as matérias da Semana FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Quiz: descobre em qual cidade do RS tu deverias morarZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-quiz-descobre-em-qual-cidade-do-rs-tu-deverias-morar-4602717Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16892103VÍDEO: faça um tour virtual pelo Acampamento FarroupilhaTchê, se não teve como ir até lá ou quer fugir da fumaça, essa é a tua chance de curtir a festa2014-09-19T18:04:56-03:002014-09-19T18:04:56-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannVÍDEO: faça um tour virtual pelo Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16892103Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-video-faca-um-tour-virtual-pelo-acampamento-farroupilha-4602434VÍDEO: faça um tour virtual pelo Acampamento FarroupilhaTchê, se não teve como ir até lá ou quer fugir da fumaça, essa é a tua chance de curtir a festa2014-09-19T18:04:56-03:002014-09-19T18:04:56-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brCurioso para saber como está o Acampamento Farroupilha, mas não quer ficar com cheiro de fumaça impregnado na roupa? Seus problemas acabaram! No vídeo abaixo, utilizamos o hyperlapse, aplicativo de vídeos em time-lapse do Instagram, para fazer um tour virtual pelo Harmonia. Confira: (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk')); Publicação by Zero Hora. VÍDEO: fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Conheça os piquetes com nomes curiosos do parque Harmonia Confira 5 motivos para visitar o Acampamento Leia todas as notícias sobre a Semana FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014VÍDEO: faça um tour virtual pelo Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-video-faca-um-tour-virtual-pelo-acampamento-farroupilha-4602434Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16889372Desfile de 20 de Setembro levará 4 mil gaúchos à avenidaCapital terá só uma apresentação em 2014, já que o evento temático, que ocorreria na noite desta sexta-feira, não será realizado por falta de recursos2014-09-19T14:01:21-03:002014-09-19T14:01:21-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara LindenmeyerDesfile de 20 de Setembro levará 4 mil gaúchos à avenidaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16889372Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-desfile-de-20-de-setembro-levara-4-mil-gauchos-a-avenida-4601546Desfile de 20 de Setembro levará 4 mil gaúchos à avenidaCapital terá só uma apresentação em 2014, já que o evento temático, que ocorreria na noite desta sexta-feira, não será realizado por falta de recursos2014-09-19T14:01:21-03:002014-09-19T14:01:21-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brJá acostumados a ter dois desfiles no 20 de Setembro, os porto-alegrenses vão ter que se contentar somente com uma apresentação neste ano. O desfile temático, que ocorria na noite desta sexta-feira, com carros alegóricos, não vai ser realizado. Os gastos com a Copa do Mundo levaram cinco patrocinadores a desistir de investir no evento, fazendo o caixa de patrocínio minguar. Mas isso não significa que o espetáculo será menor. VÍDEO: fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Conheça os piquetes com nomes curiosos do parque Harmonia Confira 5 motivos para visitar o Acampamento Farroupilha Sábado pela manhã, cerca de 4 mil pessoas devem pisar na Avenida Edvaldo Pereira Paiva para desfilar. A concentração começa às 8h, com a revista da tropa. O desfile artístico-cultural está previsto para as 9h30min e, logo após, às 10h30min, ocorre o tradicional, com os cavalos. Uma das 10 coreógrafas responsáveis pela parte artística-cultural no espetáculo, Lara Lindenmeyer aposta em bandeiras, cenografia e belas coreografias para compensar a ausência de carros alegóricos. — Vamos fazer bonito no chão — promete a coreógrafa. Segundo Lara, cerca de 1,3 mil artistas amadores, a maioria participante de invernadas de Centros de Tradições Gaúchas (CTGs), ensaiam há mais de quatro meses para não errar na avenida ao encenar o tema Sou do Sul. A execução ao vivo da trilha sonora por Alexandre Brunetto e grupo deverá dar um tom a mais na beleza do desfile, prevê a coreógrafa. Leia todas as notícias sobre a Semana FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Desfile de 20 de Setembro levará 4 mil gaúchos à avenidaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-desfile-de-20-de-setembro-levara-4-mil-gauchos-a-avenida-4601546Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16885488Queijo e pão prensado para melhorar visual do entreveroSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-19T11:31:01-03:002014-09-19T11:31:01-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara ElyQueijo e pão prensado para melhorar visual do entreveroZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16885488Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-queijo-e-pao-prensado-para-melhorar-visual-do-entrevero-4600312Queijo e pão prensado para melhorar visual do entreveroSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-19T11:31:01-03:002014-09-19T11:31:01-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brTestamos uma das boias mais tradicionais do Acampamento Farroupilha. Uma mistura de carnes de churrasco e legumes feitos na chapa ou no disco de arado que atrai milhares de gaudérios famintos: o entrevero. Dia 1: Casa do Entrevero Dia 2: De impressionar até agente secreto Dia 3: Conheça uma variação entreverada Penúltimo dia: Prove o entrevero do Patrão Um dos lanches mais comprados no Acampamento Farroupilha, o x-entrevero tem um nome mais chinfroso no Fox Lanches e Grelhados. Chamado “entrevero ao pão”, o prato mais pedido da casa tem preço especial para quem trabalha no parque. É apenas de dois reais, mas está valendo. O preço para os de fora é R$ 15. Uma porção serve bem uma pessoa. Atendendo ao meu pedido, o pão foi prensado e ganhou uma fina camada de queijo sobre as carnes, mas esse agrado não faz parte do prato clássico. As adaptações ajudaram a melhorar o aspecto e sabor do lanche, que tem carnes reutilizadas e casquinhas de cebola e tomate aos montes — aliás, como todos os demais. O sabor é um pouco melhor do que a limpeza do local e, ainda assim, não se compara a um bom entrevero de piquete. De lamber os beiços: nada de especial Peso da guaiaca: buenacho Limpito que nem fogão de solteirona: nada de especial Macanudo: loco de bom Top 5: Fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Conheça piquetes com nomes curiosos Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescos Playlist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Queijo e pão prensado para melhorar visual do entreveroZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-queijo-e-pao-prensado-para-melhorar-visual-do-entrevero-4600312Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16888667Canhão tira o sono de moradores do Acampamento FarroupilhaVisitantes do parque passam a madrugada toda tirando fotos com o artefato2014-09-19T06:02:08-03:002014-09-19T06:02:08-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannCanhão tira o sono de moradores do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16888667Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-canhao-tira-o-sono-de-moradores-do-acampamento-farroupilha-4601534Canhão tira o sono de moradores do Acampamento FarroupilhaVisitantes do parque passam a madrugada toda tirando fotos com o artefato2014-09-19T06:02:08-03:002014-09-19T06:02:08-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brUma peça que, em outras épocas, seria sinônimo de segurança, virou transtorno na vida da família Spíndola. Um canhão decorativo instalado em frente ao piquete Lendas do Sul, no Acampamento Farroupilha, está tirando o sono dos patrões Maria da Graça e Gilberto. O problema é que, durante a noite, muitos visitantes param no local para fazer retratos com o artefato. — É um tal de "mais pro lado", "opa, piscou", "não fiquei bonita, tira outra" que não acaba mais — conta Maria da Graça, que não consegue dormir direito com a conversalhada toda do lado de fora. — Pior mesmo são os alcoolizados, que chegam, se abraçam e fazem declaração de amor até para a sogra. Barbaridade! — complementa o marido. VÍDEO: fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Peões e prendas dão dicas do que vestir em um baile gaudério Conheça piquetes com nomes curiosos O casal, que vive em Porto Alegre mesmo, está acampado no Harmonia desde a Copa do Mundo. E eles adoram receber visitas — de preferência, durante o dia. A grande dica para quem for fotografar o canhão dos Spíndola é: não deixe de entrar para provar os deliciosos bolinhos de chuva feitos pela dona da casa (foto abaixo). Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Canhão tira o sono de moradores do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-canhao-tira-o-sono-de-moradores-do-acampamento-farroupilha-4601534Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16885436Confira o entrevero do PatrãoSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-18T11:31:02-03:002014-09-18T11:31:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara ElyConfira o entrevero do PatrãoZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16885436Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-confira-o-entrevero-do-patrao-4600301Confira o entrevero do PatrãoSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-18T11:31:02-03:002014-09-18T11:31:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brAté sexta-feira, vamos testar uma das boias mais tradicionais do Acampamento Farroupilha. Uma mistura de carnes de churrasco e legumes feitos na chapa ou no disco de arado que atrai milhares de gaudérios famintos: o entrevero. Dia 1: Casa do Entrevero Dia 2: De impressionar até agente secreto Dia 3: Conheça uma variação entreverada O prato do dia é feito no piquete Chama Nativa, pelo patrão e cozinheiro Ataliba Dias da Costa Neto. Preparada no disco de arado e na churrasqueira, a carne fica cortada e temperada antes para pegar o gosto dos legumes. Neto usa um tempero que leva vinho e chimichurry. A receita completa ele mantém em segrego. O jeito de fazer, porém, não esconde: misturar sempre os ingredientes mantendo o molho no centro do disco e a carne nas extremidades. Isso garante o caldo suculento, que depois servirá para umedecer o pão cacetinho. Acompanha molho de alho, pimenta e azeite de oliva. O prato para uma pessoa sai por R$ 15. O preparo pode não ser tão rápido, mas o gosto é incrivelmente recompensador. O mais buenacho até agora. De lamber os beiços: Buenacho Peso da guaiaca: Buenacho Limpito que nem fogão de solteirona: Buenacho Macanudo: Buenacho Top 5: Fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Conheça piquetes com nomes curiosos Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescos Playlist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Confira o entrevero do PatrãoZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-confira-o-entrevero-do-patrao-4600301Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16885485Museus do acampamento: piquetes viram máquinas do tempo gaúchasGalpões reúnem relíquias que ajudam a contar a trajetória do Rio Grande do Sul2014-09-18T07:04:47-03:002014-09-18T07:04:47-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSTadeu VilaniMuseus do acampamento: piquetes viram máquinas do tempo gaúchasZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16885485Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-museus-do-acampamento-piquetes-viram-maquinas-do-tempo-gauchas-4600324Museus do acampamento: piquetes viram máquinas do tempo gaúchasGalpões reúnem relíquias que ajudam a contar a trajetória do Rio Grande do Sul2014-09-18T07:04:47-03:002014-09-18T07:04:47-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brAlém de fandango e do churrasco, o Acampamento Farroupilha também é lugar de cultura. Muitos piquetes são verdadeiros museus por abrigarem objetos antigos que, por si só, contam a história do gaúcho e da lida no campo. VÍDEO: fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RS Peões e prendas dão dicas do que vestir em um baile gaudério Conheça piquetes com nomes curiosos Além dos fogões de barro, dos pelegos e das celas penduradas nas paredes para decorar o interior dos galpões, uma infinidade de relíquias antigas são responsáveis por retratar a trajetória do Rio Grande do Sul. Repassados como herança de pai para filho e de filho para neto, ou muitas vezes, recebido como presente de visitantes que viram amigos, as peças históricas são uma preciosidade à parte no cenário do acampamento. Algumas antiguidades chegam a ter mais de 100 anos, como um mata-formiga exposto no piquete do Orçamento Participativo, que usava o carvão em brasa para eliminar os insetos. No Piquete Alma Redomona, um museu foi criado especialmente para reunir e valorizar essas relíquias e reproduzir, em meio à cidade, o que seria uma casa de estância. Em suas viagens pela serra gaúcha, a patroa Naira Jobim adquiriu parte desse acervo. Outra parte, foi presenteada por frequentadores do local. Os utensílios de cozinha, as quatro mesas de jantar, a mesa de jogos, a lareira de ferro, os quadros de cavalos e peças antigas como a câmera fotográfica, a máquina de costura ou o rádio compõem um cenário construído especialmente para fazer o visitante sentir-se parte da cultura gaúcha. Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Museus do acampamento: piquetes viram máquinas do tempo gaúchasZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-museus-do-acampamento-piquetes-viram-maquinas-do-tempo-gauchas-4600324Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16883283Conheça uma variação entreveradaSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-17T11:31:01-03:002014-09-17T11:31:01-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara ElyConheça uma variação entreveradaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16883283Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-conheca-uma-variacao-entreverada-4599665Conheça uma variação entreveradaSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-17T11:31:01-03:002014-09-17T11:31:01-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brAté sexta-feira, vamos testar uma das boias mais tradicionais do Acampamento Farroupilha. Uma mistura de carnes de churrasco e legumes feitos na chapa ou no disco de arado que atrai milhares de gaudérios famintos: o entrevero. Dia 1: Casa do Entrevero Dia 2: De impressionar até agente secreto Uma opção para quem é louco por lanches rápidos baguais é comer o Xis Entrevero, uma mistura que reúne picadinho de carnes variadas, pão de x-burguer e maionese. Sem queijo nem salada de acompanhamento, o prato encontrado na Lanchonete do Wagner, um dos espaços da praça de alimentação, é simples e saboroso. A apresentação não impressiona, mas o gosto é cumpridor. E para quem remou para acabar com as porções exclusivas de carne testadas anteriormente, essa seria uma aposta bem mais econômica — para a dieta e para o bolso. Tirando o preço, porém, não tem nada de especial. De lamber os beiços: nada de especial Peso da guaiaca: Louco de bom Limpito que nem fogão de solteirona: nada de especial Macanudo: Louco de bom Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescos Playlist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Conheça uma variação entreveradaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-conheca-uma-variacao-entreverada-4599665Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16884404Fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RSAs repórteres Isadora Neumann e Lara Ely foram ao Acampamento Farroupilha conversar com tradicionalistas2014-09-17T07:06:56-03:002014-09-17T07:06:56-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSReproduçãoFatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RSZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16884404Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-fatos-que-os-gauchos-nao-sabem-ou-esqueceram-da-historia-do-rs-4599765Fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RSAs repórteres Isadora Neumann e Lara Ely foram ao Acampamento Farroupilha conversar com tradicionalistas2014-09-17T07:06:56-03:002014-09-17T07:06:56-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brO que se comemora no dia 20 de setembro? Qual a origem da Chama Crioula? Quem são os chimangos e quem são os maragatos? O Top 5 ZH desta semana busca respostas para essas perguntas. As repórteres Isadora Neumann e Lara Ely foram ao Acampamento Farroupilha interrogar tradicionalistas sobre a história do Rio Grande do Sul. ASSISTA: Veja também: 5 expressões da lida campeira desconhecidas dos guris de apartamento 5 títulos do cinema que perderam o sentido quando traduzidos 5 músicas que sempre cantamos errado 5 bandas que já deveriam ter acabado e 5 bandas que deveriam voltar 5 músicas que não queremos mais ouvir em formaturasPorto Alegre, RSZH 2014Fatos que os gaúchos não sabem (ou esqueceram) da história do RSZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-fatos-que-os-gauchos-nao-sabem-ou-esqueceram-da-historia-do-rs-4599765Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16879346Playlist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaQuem passear pelas vielas do Harmonia ouvirá estas músicas invariavelmente2014-09-16T14:31:02-03:002014-09-16T14:31:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannPlaylist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16879346Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-playlist-gauderia-confira-a-trilha-sonora-do-acampamento-farroupilha-4598752Playlist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaQuem passear pelas vielas do Harmonia ouvirá estas músicas invariavelmente2014-09-16T14:31:02-03:002014-09-16T14:31:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brQuem der uma voltinha pelo Acampamento Farroupilha nos próximos dias certamente ouvirá o som desses caras. Na verdade, cada piquete tem seu estilo próprio, mas, nas vielas do parque, quem comanda a música são os senhores Albeni de Oliveira, radialista e poeta, e Elomir Malta, cerimonialista. Confira a programação completa do Acampamento Peões e prendas dão dicas do que vestir em um baile gaudério Conheça piquetes com nomes curiosos Eles são os responsáveis pela Rádio Parque, que faz o serviço de informações e, nos intervalos, toca música para animar a gauchada. Os dois selecionaram as mais tocadas no local. Confira: EU SOU DO SUL De longe, o maior hit do Acampamento do Farroupilha. SINA DE CANTADOR TORDILHO NEGRO DE CHÃO BATIDO BRASIL DE BOMBACHA MILONGA ABAIXO DE MAU TEMPO EU RECONHEÇO QUE SOU UM GROSSO OH DE CASA OS HOMENS DE PRETO Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Playlist gaudéria: confira a trilha sonora do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-playlist-gauderia-confira-a-trilha-sonora-do-acampamento-farroupilha-4598752Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16879183Confira um prato campeiro de impressionar até agente secretoSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-16T11:31:02-03:002014-09-16T11:31:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara ElyConfira um prato campeiro de impressionar até agente secretoZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16879183Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-confira-um-prato-campeiro-de-impressionar-ate-agente-secreto-4598718Confira um prato campeiro de impressionar até agente secretoSérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha2014-09-16T11:31:02-03:002014-09-16T11:31:02-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brAté sexta-feira, vamos testar uma das boias mais tradicionais do Acampamento Farroupilha. Uma mistura de carnes de churrasco e legumes feitos na chapa ou no disco de arado que atrai milhares de gaudérios famintos: o entrevero. Dia 1: Casa do Entrevero Para a avaliação, o editor Gustavo Azevedo criou quatro categorias: De lamber os beiços (sabor), Peso da guaiaca (preço), Limpito que nem fogão de solteirona (limpeza) e Macanudo (apresentação). Nesta terça-feira, provamos o entrevero servido na lancheria 007, que fica no Parque Harmonia. De impressionar até agente secreto É realmente um filme de aventura detonar o entrevero servido na lancheria 007 do Parque Harmonia. Com uma quantidade suficiente para alimentar quatro viventes depois de uma tropeada, o prato serve um amontoado de carnes e legumes sobre uma telha (sim, aquelas que cobrem as casas) envolta em papel de alumínio. Acompanha batata-frita, ovo de codorna, pepino, legumes, farofa e pão. Ah, o pão... Assado na chapa e com gostinho de carne, o pãozinho é o pega-cliente, aquele simples algo mais que faz você se render ao lugar. Se pedir uma porção-extra, eles cobram R$ 2. Os nacos de tomate são grandes, os de cebola, médios, e os de pimentão, quase imperceptíveis. Não fosse pelo preço, James Bond teria saído plenamente satisfeito dessa refeição. Os R$ 90 valem a pena se você dividir. Mas para uma ou duas pessoas, como indica o garçom, fica pesado na guaiaca. De lamber os beiços: Buenacho Peso da guaiaca: Nada de especial Limpito que nem fogão de solteirona: Louco de bom Macanudo: Louco de bom Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescosPorto Alegre, RSZH 2014Confira um prato campeiro de impressionar até agente secretoZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-confira-um-prato-campeiro-de-impressionar-ate-agente-secreto-4598718Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16880381Vida de piqueteiro: conheça os personagens que fazem a comemoração acontecer Galpões do Parque Mauricio Sirotsky Sobrinho nunca ficam vazios2014-09-16T06:01:46-03:002014-09-16T06:01:46-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCarlos MacedoVida de piqueteiro: conheça os personagens que fazem a comemoração acontecer ZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16880381Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-vida-de-piqueteiro-conheca-os-personagens-que-fazem-a-comemoracao-acontecer-4598821Vida de piqueteiro: conheça os personagens que fazem a comemoração acontecer Galpões do Parque Mauricio Sirotsky Sobrinho nunca ficam vazios2014-09-16T06:01:46-03:002014-09-16T06:01:46-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brUns ficam por amor, por dinheiro e até por costume. Morar um mês inteiro no Acampamento Farroupilha requer certo desapego de luxo, facilidade para dormir com barulho e gosto por fumaça. Por segurança, os piquetes nunca ficam vazios: são zelados por caseiros, capatazes ou gente que tira férias para manter os locais limpos e bem abastecidos. Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos Adenir, o construtor Foto: Carlos Macedo Um taura capaz de construir 14 casas em dois anos. Com essa fama, Adenir Carvalho, 49 anos, deixou Encruzilhada do Sul para martelar sem parar no Acampamento Farroupilha. Essa é a primeira vez que o construtor e agricultor trabalha por aqui. O nome de bom trabalhador já se espalhou, tanto que tem convite para voltar. É provável que venha, pois Adenir é do tipo que não gosta de deixar ninguém mal. Foi por isso que aceitou a proposta para cuidar de piquete em setembro. Não que a grana fizesse diferença, foi mais o furdunço que chamou sua atenção. Antônio, o bolicheiro (foto acima) Com as suas cachacinhas artesanais preparadas para serem degustadas em setembro, Antônio Pádula, 58 anos, o bolicheiro do Galpão da Querência, parece que nasceu para isso. Encostado atrás do balcão do piquete que mais parece uma bodega, fala pelos cotovelos e faz os visitantes se sentirem em casa. As bochechas rosadas e os olhos que ficam pequenos quando sorri estampam a feição de quem tem gosto pelo que faz. É que estar no parque, para ele, é mais do que um trabalho: trata-se de um deleite pessoal, tanto que está de volta pela 11ª vez. Gisa, a prendada Foto: Carlos Macedo Dizem que a casa costuma ser o espelho do dono. No piquete Laços de Sangue, um dos mais visitados do acampamento de Porto Alegre, o cuidado com os detalhes e a apresentação são uma extensão da personalidade da patroa Gisa Scheffer. Foi ela quem construiu, com as próprias mãos, as paredes de barro do galpão. Com as mesmas mãos, delicadas e suaves, ela costura as saias e vestidos que usa durante o mês farroupilha. No parque, armazena sete, um para cada dia da semana. E entre um chimarrão e outro, recebe os visitantes. Ana, a decoradora Foto: Lara Ely Ana Cristina Decavata é daquelas que espera o ano inteiro para a chegada de setembro, tanto que planeja suas férias para este período. Apesar de dividir com o marido, Dênis, e outros colegas o cuidado pelo galpão do Tropeiros do Asfalto, é dela que partem as ideias para decorar o local. De tanto ficar lá, Ana conhece quase de olhos fechado cada cantinho do piquete. A simplicidade e carisma fazem com que ela conheça toda a vizinhança e quase nunca esteja sozinha. Frequentadora do acampamento há quase 10 anos, se sente em casa por ali. Luiza, a cozinheira Foto: Lara Ely Setembro tem gente em Alegrete que fica órfão das boias da Dona Luiza. É que Maria Luiza Jaques Romero, a cozinheira importada da fronteira pelo piquete Clube de Truco Pitoco, acostumada a fazer janta para 500 pessoas nas invernadas artísticas, vem passar o mês na Capital. Há três anos ela abre mão de trabalhar com eventos na sua cidade natal para ser caseira do galpão. Traz o marido, Rubem, a tiracolo para garantir a segurança. Aos barulhos do parque, incluindo as festas no Pitoco que invadem a madrugada, ela diz que já se acostumou. Vamos dormindo à prestação. Depois colocamos o sono em dia no mês de outubro. — Vamos dormindo à prestação. Depois colocamos o sono em dia no mês de outubro. Veja os animais de estimação do Acampamento Farroupilha Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Vida de piqueteiro: conheça os personagens que fazem a comemoração acontecer ZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-vida-de-piqueteiro-conheca-os-personagens-que-fazem-a-comemoracao-acontecer-4598821Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16877975Série de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha Na estreia, provamos um prato campeiro que pode ser devorado como comida japonesa2014-09-15T11:31:27-03:002014-09-15T11:31:27-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLara ElySérie de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha ZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16877975Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-serie-de-zh-testa-entreveros-do-acampamento-farroupilha-4598480Série de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha Na estreia, provamos um prato campeiro que pode ser devorado como comida japonesa2014-09-15T11:31:27-03:002014-09-15T11:31:27-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brAté sexta-feira, vamos testar uma das boias mais tradicionais do Acampamento Farroupilha. Uma mistura de carnes de churrasco e legumes feitos na chapa ou no disco de arado que atrai milhares de gaudérios famintos: o entrevero. Para a avaliação, o editor Gustavo Azevedo criou quatro categorias: De lamber os beiços (sabor), Peso da guaiaca (preço), Limpito que nem fogão de solteirona (limpeza) e Macanudo (apresentação). Na estreia da série, provamos o da Casa do Entrevero, na praça de alimentação do acampamento. Leia todas as notícias sobre a Semana Farroupilha O prato já impressiona pela apresentação: com fatias de pão massinha dispostas de um lado, farofa temperada e batatas fritas de outro, um amontoado de carnes no meio, a porção é ideal para dois. O vivente disposto a comer sem talheres se dá bem: os espetinhos que vêm cravados na comida tornam a refeição prática. Para colocar a carne no pão, dá para juntar dois, como se os espetinhos fossem hashis de japonês. O preço de R$ 39 salga um pouco quando inclui o valor da água e os 10% do garçom. Ainda assim, por ser vendido em um grande evento e feito com qualidade, o preço é adequado. Vamos aos poréns: o pão não estava exatamente novo. Entre as carnes, tinha mais coração, frango e calabresa do que gado. Havia pouco molho para o pão e a alface veio derretida, pois ficou debaixo da comida quente. Mesmo assim, a cebola douradinha e os outros legumes deram um sabor especial ao prato, que por consenso da equipe, foi eleito como "louco de bom". Avaliação De lamber os beiços: Buenacho Peso da guaiaca: Loco de bom Limpito que nem fogão de solteirona: Loco de bom Macanudo: Loco de bom Categorias De lamber os beiços (sabor) Peso da guaiaca (preço) Limpito que nem fogão de solterona (limpeza) Macanudo (apresentação) Glossário das Notas Ruim (não tem, até porque com tanta carne fica difícil ser ruim) Nada de especial (regular) Loco de bom (bom) Buenacho (espetacular)Porto Alegre, RSZH 2014Série de ZH testa entreveros do Acampamento Farroupilha ZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-serie-de-zh-testa-entreveros-do-acampamento-farroupilha-4598480Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16874200Conheça os animais de estimação do Acampamento FarroupilhaGalos, cães, patos são os mais comuns no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho2014-09-15T07:02:25-03:002014-09-15T07:02:25-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannConheça os animais de estimação do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16874200Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-conheca-os-animais-de-estimacao-do-acampamento-farroupilha-4597595Conheça os animais de estimação do Acampamento FarroupilhaGalos, cães, patos são os mais comuns no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho2014-09-15T07:02:25-03:002014-09-15T07:02:25-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brQue o homem do campo é fascinado por cavalo, todo mundo sabe. Mas desde que a presença do zaino foi permitida apenas na Fazendinha, outros animais também passaram a ser levados para compor o cenário campeiro dos galpões. Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos Galos, cães, patos são os mais comuns. Ovelhas, vacas e bodes também podem ser vistos na fazendinha. Pedimos para os gaúchos acampados no parque apresentarem seus melhores amigos do reino animal. Titular e substituto Foto: Lara Ely Na casa em que vive em Belém Novo e no piquete Fazendinha, o patrão Gustavo Bierhouse tem diversos animais de estimação: cachorro, pato, galinha, coelho, pônei. Mas é pelos cavalos que ele tem um afeto especial. Picasso (foto), o oficial, e Massambará, o substituto, são os primeiros a chamar a atenção das crianças que visitam a Fazendinha. Bierhouse não gosta de emprestá-los. Cavalo, para ele, é que nem carro: se outra pessoa usa, pode desregular ou estragar. Por isso, prefere os zainos debaixo de seus olhos. Hulk, o guia Foto: Lara Ely Hulk tem sete meses, mas Seu Silveira já pensa lá frente. Quando ele tiver um ano, poderá ser companheiro das cavalgadas, e estará pronto para tocar o gado no campo. O cão da raça Australian Cattle Dog foi comprado com esse propósito. Fica transitando entre as pernas de Silveira como quem exercita o senso de lealdade. Apenas a aproximação dos cavalos é capaz de despertar o instinto mais primitivo de Hulk – e encher de orgulho o dono: quando um zaino se aproxima, ele vai direto nas patas. Galo véio Foto: Carlos Macedo O amigo de Nédio de Lázeri é Nestor, o galo robusto que o desperta diariamente às 4h. Sem conseguir dormir nem ter o que fazer na escuridão do parque, resta a Nédio levantar para tomar mate e esperar o movimento. Tem de ser assim, porque o canto de Nestor contagia os galos da vizinhança e, em poucos minutos, a sinfonia está formada. Custo recompensador Foto: Gustavo Azevedo/ Especial Princesa, Lulinha, Edmundo e Cabano são os pequenos amigos equinos que Maria Eugênia Silva da Silva faz questão de exibir no acampamento. Para alegrar a criançada, ela transformou seu piquete dos Pôneis em um recanto dedicado aos cavalinhos. Uma volta com os animais pelo parque sai por R$ 5. Isso não é nada para o trabalho que dão. Antes de chegar ao parque, Eugênia tem de gastar com vacinas, exame de sangue e taxa de transporte. O custo é compensado pela alegria de ver as crianças, como a neta Laura (foto), se divertindo com os bichos. Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Conheça os animais de estimação do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-conheca-os-animais-de-estimacao-do-acampamento-farroupilha-4597595Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16877235Cerca de 50 motoristas são autuados próximo ao Acampamento FarroupilhaRedução de vagas gratuitas não justifica irregularidades, avisa EPTC2014-09-14T20:44:31-03:002014-09-14T20:44:31-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSMateus BruxelCerca de 50 motoristas são autuados próximo ao Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16877235Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-cerca-de-50-motoristas-sao-autuados-proximo-ao-acampamento-farroupilha-4598168Cerca de 50 motoristas são autuados próximo ao Acampamento FarroupilhaRedução de vagas gratuitas não justifica irregularidades, avisa EPTC2014-09-14T20:44:31-03:002014-09-14T20:44:31-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brQuem vai de carro ao Acampamento Farroupilha, neste ano, encontra menos espaço gratuito para deixar o carro, já que parte das vagas foi incorporada a estacionamentos privados. Mas isso não dá direito aos visitantes de estacionar em locais proibidos. Tanto é que, somente neste final de semana, 51 motoristas foram autuados próximo ao Parque da Harmonia. Deste total, 35 estavam sobre calçadas ou canteiros, o que é proibido, e os outros 16 foram guinchados por estarem em uma área não permitida da Avenida Edvaldo Pereira Paiva. Neste local, de acordo com o gerente de Operações da EPTC, Paulo Gumercindo Machado, os motoristas acumulavam duas irregularidades: — Estavam em uma área proibida para carros aos finais de semana e feriados, onde circulam muitas pessoas, e ainda por cima estacionados na contramão — destaca Machado. Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescos Confira a programação completa do Acampamento O valor da multa para ambos os casos é de R$ 85,15 e inclusão de quatro pontos na carteira de habilitação. Para os veículos que forem guinchados, tem, ainda, o valor do guincho. Machado faz um alerta para a questão dos flanelinhas. Segundo o gerente, alguns deles, não credenciados, acabam orientando mal os motoristas. — Os flanelinhas não são agentes de trânsito e não podem autorizar um local onde é proibido. Cuidado, motoristas! Verifiquem se se trata de um trabalhador formal e atentem para as leis de trânsito — avisa Machado. Quanto custa o estacionamento no Acampamento As vagas na rua, antes gratuitas, foram incorporadas a estacionamentos explorados pela empresa Moving e por quatro entidades de guardadores credenciadas na prefeitura de Porto Alegre. O preço varia de R$ 10 a R$ 20. Confira 5 motivos para visitar o Acampamento Farroupilha Piquete é alvo de arrombamento no Acampamento Farroupilha Enquanto o estacionamento administrado pela EPTC na área do Tribunal Regional Federal cobra R$ 20, o da Moving (em cinco espaços distintos) custa R$ 15, e os guardadores organizados pedem R$ 10. A EPTC diz que se responsabiliza por eventuais danos em qualquer um dos 750 carros estacionados em sua área e por isso é mais caro. No areal da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, onde há espaço para cerca de 500 veículos, quatro entidades cadastradas na prefeitura tomam conta dos carros. São elas a Associação dos Guardadores Carro de Porto Alegre (AGCarpa), a Cooperamplo, o Sindicato de Guardadores de Automóveis de Porto Alegre e a Associação do 4º Distrito. Uma placa na entrada anuncia o preço: R$ 10. Nas áreas de estacionamento da Moving, há 2,5 mil vagas, sendo novidade a área em frente à Escola Parobé, na Avenida Augusto de Carvalho, com 200 vagas.Porto Alegre, RSZH 2014Cerca de 50 motoristas são autuados próximo ao Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-cerca-de-50-motoristas-sao-autuados-proximo-ao-acampamento-farroupilha-4598168Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16874039Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescosQuando a noite chega, aumenta o movimento no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho2014-09-13T10:01:30-03:002014-09-13T10:01:30-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCamila HermesSaiba como é a madrugada dos bailes gauchescosZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16874039Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-saiba-como-e-a-madrugada-dos-bailes-gauchescos-4597540Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescosQuando a noite chega, aumenta o movimento no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho2014-09-13T10:01:30-03:002014-09-13T10:01:30-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brCaminhando pelas vielas estreitas após o entardecer, o cenário no Acampamento Farroupilha é efervescente: em cada piquete, um furdunço diferente. O tradicionalismo dita o ritmo, mas cada galpão reúne perfis distintos de público. A festa tem hora para acabar: meia-noite. A determinação é válida para dias de semana. Sexta e sábado, o fervo vai até as 4h. Peões e prendas dão dicas do que vestir em um baile gaudério Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos No baile organizado por 18 mulheres de Viamão em parceria com o Galpão dos Amigos, a norma é levada a sério. No horário, os músicos Adriano Macedo e Carlinhos Missioneiro anunciavam a última marca. Não é a única regra. Débora Hoffmann, patroa do piquete As Anitas por Si Só, explica as demais: — Não pode maxixar, não pode dançar mulher com mulher ou homem com homem, nem dançar com faca. Com direito à alta produção da ala feminina, ilha de caipiras, rifa beneficente para ajudar uma amiga acidentada e um flerte discreto, a festa ferve e serve de esquenta. De lá, prendas e peões na faixa etária de 25 a 50 anos enveredam para outros locais. Fotos: Camila Hermes/Especial No mesmo horário, o piquete Loko de Gaúcho mantinha o ritmo pegado, com show de Joca Martins e “ambiente familiar”. — É um dos poucos que não tem cancela. Famílias, amigos e desconhecidos são bem-vindos — convida o anfitrião Paulo Strada, ao lado da mulher, Denise. Luz fica acesa a noite inteira Outro point madrugueiro é a Casa do Gaúcho, onde a banda Tchê Barbaridade anima o público ao som de vanerão. Por norma do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), a festa tem luz acesa e ingresso pago, o que deixa o clima um pouco menos caloroso do que nos piquetes, onde não é necessário pagar. Alex Troian, da gravadora Acit, que organizou o baile com o MTG, explica que o traje da festa é livre (ou quase): — Só não pode bermuda, chinelo e boné. Na pista, entretanto, a gauderiada é arrojada: há gente de tênis e até mulher dançando com mulher. Mas não há unanimidade. — Em um baile gaudério, tem de usar traje completo: bombacha, lenço, guaiaca e colete. Como eu estou — mostra o vendedor Bruno Ventura, 23 anos. A veterinária Fernanda Mariath é mais política: — Cada um tem o seu estilo, mas a saia campeira deixa a mulher mais feminina — salienta. Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Saiba como é a madrugada dos bailes gauchescosZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-saiba-como-e-a-madrugada-dos-bailes-gauchescos-4597540Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16873363Gaudérios dão dicas do que não pode faltar no traje do baile Veja como aproveitar a festa sem cometer gafes na vestimenta2014-09-13T06:01:58-03:002014-09-13T06:01:58-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCamila HermesGaudérios dão dicas do que não pode faltar no traje do baile ZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16873363Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-gauderios-dao-dicas-do-que-nao-pode-faltar-no-traje-do-baile-4597344Gaudérios dão dicas do que não pode faltar no traje do baile Veja como aproveitar a festa sem cometer gafes na vestimenta2014-09-13T06:01:58-03:002014-09-13T06:01:58-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brSe você não é um frequentador de bailes gaudérios e tem curiosidade de saber o que a gauchada usa por lá, suas dúvidas acabam aqui. Estivemos em uma festa no Acampamento Farroupilha e pedimos dicas do que não pode faltar no look para prendas e peões. Confira: Diego Persan, 29 anos: — Lenço, pois identifica a origem e o posicionamento dentro da história riograndense. Eu sou republicano, maragato (vermelho). Fotos: Camila Hermes/Especial Rosana Espindola, 16 anos: — Vestido não pode faltar. Para ficar mais bonita. Emanuel Stoffels, 22 anos: — Bombacha não pode faltar. Além de bota ou alpargata. Lúcia Elena Barreira da Silva, 40 anos: — Não dispenso uma bombacha para a festa. Eduardo Neves, 24 anos: — Tem de ter chapéu, lenço, camisa, guaiaca e bota. Nada pode faltar. Geice Castilhos, 25 anos: — Não pode faltar lenço e chapéu ou boina. Confira a programação completa do Acampamento Confira 5 motivos para visitar o Acampamento Farroupilha Conheça piquetes com nomes curiosos Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Gaudérios dão dicas do que não pode faltar no traje do baile ZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-gauderios-dao-dicas-do-que-nao-pode-faltar-no-traje-do-baile-4597344Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16870585Confira 5 motivos para visitar o Acampamento FarroupilhaDe torneio de truco a bailes e muito churrasco, não faltam atividades para quem quiser conhecer mais a cultura gaúcha2014-09-12T13:01:30-03:002014-09-12T13:01:30-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSMauro VieiraConfira 5 motivos para visitar o Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16870585Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-confira-5-motivos-para-visitar-o-acampamento-farroupilha-4596341Confira 5 motivos para visitar o Acampamento FarroupilhaDe torneio de truco a bailes e muito churrasco, não faltam atividades para quem quiser conhecer mais a cultura gaúcha2014-09-12T13:01:30-03:002014-09-12T13:01:30-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brSempre teve curiosidade de saber o que traz tanta gente a andar entre casinhas de madeira no esfumaçado Acampamento Farroupilha? Então aproveite o final de semana e descubra as principais motivações dos visitantes. Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos 1. Doze horas de fumaça Foto: Mauro Vieira No parque, é possível apreciar o tradicional costelão 12 horas, preparado no fogo de chão. No final de semana, as opções nos restaurantes custam em torno de R$ 35. Mas você pode comer no piquete de algum amigo e economizar. Se comprar a carne no açougue do acampamento, encontra o quilo de costela por R$ 15,90, vazio por R$ 19,90 e picanha por R$ 36,90. Também pode trazer sua própria carne de casa. 2. Botar a mão na massa Também dá para aprender sobre a lida campeira: como fazer chapéus, costurar bonecas de pano e preparar chimarrão. Amanhã, ocorrem oficinas sobre como encilhar um cavalo (às 10h, na Estância da Figueira, lote 222), forjamento de facas (às 14h, no Vento Sul, lote 96), pelagem de cavalo (às 14h, no Galpão da Querência, lote 143) e brinquedos e brincadeiras (às 18h, no CTG Caminhos do Pampa). No domingo, oficinas de churrasco (às 10h, no Tropa Gaúcha, lote 75) e de cueca virada (às 18h, no Rancho Costeiro e Fortaleza Pampeana, lotes 212 e 211) e torneio de truco (às 16h, no DTG Marca Gaúcha, lote 116). 3. O tempo fora do tempo Foto: Isadora Neumann A partir do momento em que atravessa os portões do acampamento, você é imediatamente transportado para um mundo paralelo, onde o canto do galo é que dita as horas. No parque, todo mundo vive sem pressa, os cuscos passeiam despreocupados pelas vielas e sempre há um gaudério "oitavado" em algum galpão pronto para contar um causo. Como a previsão é de um pouco de chuva, com sol entre nuvens e calor, o parque deve estar bem movimentado. 4. Desfilar a pilcha nova Foto: Bruno Alencastro É a grande oportunidade para usar aquela bombacha ou vestido de prenda que estão guardados no armário — ou acabaram de ser adquiridos. Os gaúchos costumam combinar a bainha da faca com a guaiaca, e as prendas, detalhes da saia com cinto e alpargata. Seja qual for o seu estilo, ele será notado no acampamento. Se está querendo comprar roupa nova, espere os últimos dias, quando aumentam os descontos. 5. Bons bailes Se você está à procura de uma prenda ou de um guasca guapo, esta pode ser uma ótima oportunidade. Com shows tradicionais, os bailes do acampamento fervem no final de semana. Se for beber, deixe o carro em casa e vá de táxi. Na sexta-feira, a festa Alma Gaudéria tem os shows de César Oliveira e Rogério Melo a partir das 23h30min. No sábado, tem jantar-baile com Grupo Floreio, às 20h30min. Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Confira 5 motivos para visitar o Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-confira-5-motivos-para-visitar-o-acampamento-farroupilha-4596341Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16870811Cacá Bueno e Daniel Serra respondem se é mais fácil pilotar um carro ou montar um cavalo braboPilotos estão no Estado para a etapa da Stock Car em Nova Santa Rita2014-09-12T04:01:26-03:002014-09-12T04:01:26-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannCacá Bueno e Daniel Serra respondem se é mais fácil pilotar um carro ou montar um cavalo braboZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16870811Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-caca-bueno-e-daniel-serra-respondem-se-e-mais-facil-pilotar-um-carro-ou-montar-um-cavalo-brabo-4596610Cacá Bueno e Daniel Serra respondem se é mais fácil pilotar um carro ou montar um cavalo braboPilotos estão no Estado para a etapa da Stock Car em Nova Santa Rita2014-09-12T04:01:26-03:002014-09-12T04:01:26-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brO Acampamento Farroupilha recebeu dois visitantes "de fora" na noite de quinta-feira: os pilotos Cacá Bueno e Daniel Serra, que estão no Estado para disputar a etapa da Stock Car no Velopark, em Nova Santa Rita. Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos Aproveitando a passada, Seu Albeni Carmo de Oliveira, figura muito conhecida do Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, perguntou aos pilotos se é mais complicado pilotar um carro superpotente ou montar um cavalo brabo. Confira as respostas: Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Aprenda a preparar um pastel de carreiraPorto Alegre, RSZH 2014Cacá Bueno e Daniel Serra respondem se é mais fácil pilotar um carro ou montar um cavalo braboZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-caca-bueno-e-daniel-serra-respondem-se-e-mais-facil-pilotar-um-carro-ou-montar-um-cavalo-brabo-4596610Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16863468Aprenda a preparar um pastel de carreiraReceita é tradicional daqueles dias em que sobra churrasco nas cidades do Interior2014-09-10T11:01:28-03:002014-09-10T11:01:28-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLauro AlvesAprenda a preparar um pastel de carreiraZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16863468Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-aprenda-a-preparar-um-pastel-de-carreira-4594448Aprenda a preparar um pastel de carreiraReceita é tradicional daqueles dias em que sobra churrasco nas cidades do Interior2014-09-10T11:01:28-03:002014-09-10T11:01:28-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brO nome do prato é uma referência às carreiras de cavalo, muito comuns no interior do Estado. Quem dá a receita é Valter Xavier dos Santos, capataz do piquete Panela de Gancho, presente há cerca de 15 anos no Acampamento Farroupilha. — Na região de Lavras, São Sepé e Caçapava (do Sul), onde me criei, é comum fazer carreiras de cavalo depois dos almoços de domingo. Enquanto a gauchada se distrai com as corridas, as mulheres picam a sobra do churrasco e fazem pastel para todo mundo — conta. Apesar de ser preparado tradicionalmente pelas prendas nesses eventos, o "chef" deixa a dica para os homens: — Quando tem famílias aqui (no piquete), eu chamo os maridos pra ensinar essa massa, que é para que eles aprendam a esperar a esposa e os filhos em casa com um lanchinho pronto. Isso melhora o clima de uma casa — salienta. Confira a programação completa do Acampamento Duda Garbi, Mr. Pi e Piangers contam causos de gaúcho Conheça piquetes com nomes curiosos Antes de dar receita do disputado pastel ("vem gente de longe buscar"), o chef explica que bom humor é fundamental: — Se o pasteleiro estiver irritado ou triste, isso reflete na massa. Portanto, coloque um sorriso no rosto e anote aí os ingredientes*: 1kg de farinha 3 ovos 2 colheres de manteiga 1 colher de sopa de fermento 1/2 colher de sal 2 colheres de açúcar 1 colher de sopa de aguardente ("o segredo para ficar crocante") 800g de carne cortada à faca (sobra de churrasco, vazio ou carne de paleta sem osso) 300g de bacon picado bem miudinho 300g de linguicinha calabresa 1 cebola de tamanho médio 3 dentes de alho 2 molhos de tempero verde Durante o feitio da massa, tanto faz a ordem dos produtos, o fundamental é ir colocando e misturando bem a farinha. Além dos ingredientes já citados, é possível acrescentar um copo de leite e um copo de água morna. — O negócio é colocar a mão na massa. Tem que sovar bem e, depois, fritar os pastéis que nem os normais. 60% do sucesso da receita é a vontade de fazer uma coisa boa, senão não funciona — ressalta o cozinheiro. *Receita para 20 pastéis Acampamento Farroupilha: caráter familiar e atração campeira Turistas australianos experimentam chimarrão no AcampamentoPorto Alegre, RSZH 2014Aprenda a preparar um pastel de carreiraZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-aprenda-a-preparar-um-pastel-de-carreira-4594448Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16863840Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Palas femininos de estampas étnicas e alpargatas têm sido muito procurados2014-09-10T06:03:24-03:002014-09-10T06:03:24-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLuiz Armando VazModa nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta ZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16863840Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-moda-nos-piquetes-saias-longas-e-faixas-estao-em-alta-4594718Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta Palas femininos de estampas étnicas e alpargatas têm sido muito procurados2014-09-10T06:03:24-03:002014-09-10T06:03:24-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brEmbora as diretrizes para a pilcha gaúcha, segundo o MTG, digam que o traje correto para a prenda deva ser isento de cores chamativas, bordados, estampas ou adereços, na prática, algumas adaptações para roupas de passeio são feitas em nome do conforto, da estética e da casualidade. Saias longas com blusas e cintos ou faixas, estilo bastante propagado por cantoras como Shana Müller, prometem ser a grande pedida deste ano nas lojinhas do Acampamento Farroupilha. Confira a programação completa do Acampamento Também em alta, os palas femininos com estampas étnicas e alpargatas coloridas são promessas de vendas, por terem sido bastante requisitados em junho e julho, quando houve o acampamento extraordinário da Copa. Conheça piquetes com nomes curiosos no Acampamento Farroupilha Duda Garbi, Mr. Pi e Piangers contam histórias de gaúcho De tanto receber pedidos de dicas sobre seu visual, sobre onde comprar ou mandar fazer as roupas e como combinar as peças e os acessórios, a cantora decidiu lançar uma grife própria, com peças dedicadas ao estilo campeiro na cidade. A coleção Shana Müller Original, criada pela própria artista em parceria com a estilista Eva Mannelli, da indústria Santa Fé, de Gramado, foi lançada durante a Expointer, no início do mês, e se baseia no conceito de vestir com arte. São faixas de cintura, saias, camisas, palas, ruanas, cintos, botas e vários outros produtos que seguem uma tendência de estética moderna e multicolorida. Nas lojas do acampamento, montar um kit no estilo “prenda contemporânea” pode custar cerca de R$ 200. As faixas custam entre R$ 50 a R$ 60. Já as saias, em tecidos lisos ou de veludo, estão entre R$ 70 e R$ 90. Uma camiseta sai entre R$ 40 e R$ 60. Os ponchos custam cerca de R$ 75 a R$ 200 e as alpargatas, entre R$ 25 e R$ 60. Acampamento Farroupilha: caráter familiar e atração campeira Turistas australianos experimentam chimarrão no Acampamento FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Moda nos piquetes: saias longas e faixas estão em alta ZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-moda-nos-piquetes-saias-longas-e-faixas-estao-em-alta-4594718Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16863667Solange e Sabriny formam o primeiro casal gay que trocará alianças em CTGPar de lésbicas participará da cerimônia que unirá mais 28 duplas heterossexuais neste sábado, em Santana do Livramento2014-09-09T20:54:24-03:002014-09-09T20:54:24-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCarlos MacedoSolange e Sabriny formam o primeiro casal gay que trocará alianças em CTGZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16863667Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-solange-e-sabriny-formam-o-primeiro-casal-gay-que-trocara-aliancas-em-ctg-4594645Solange e Sabriny formam o primeiro casal gay que trocará alianças em CTGPar de lésbicas participará da cerimônia que unirá mais 28 duplas heterossexuais neste sábado, em Santana do Livramento2014-09-09T20:54:24-03:002014-09-09T20:54:24-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brSolange Ramires, 24 anos, irá de salto alto e vestido a rigor, mas não revela a cor nem o modelo — como toda noiva que se preze. Sua consorte, Sabriny Benites, 26 anos, usará smoking e sapato clássico, mas também não antecipa detalhes — quer guardar a surpresa até o final. As duas formam o primeiro par de lésbicas do país a se casar dentro de um centro de tradições gaúchas (CTG). Solange e Sabriny foram apresentadas às 19h desta terça-feira, no Fórum de Santana do Livramento, pela juíza de Direito Carine Labres. A identidade delas era mantida em sigilo devido às reações de parte dos tradicionalistas, que se rebelaram contra a realização de um casamento coletivo incluindo gays dentro de um CTG. — Com o evento, estamos passando uma mensagem de que é preciso ter tolerância e respeito às diferenças — ressaltou a magistrada Carine. "A ideia é garantir os direitos da minoria", diz juíza As duas mulheres irão se somar a mais 28 casais heterossexuais que trocarão alianças dentro do CTG Sentinelas do Planalto, em Livramento, na cerimônia marcada para sábado. O evento tem repercussão internacional, a se julgar pelo interesse demonstrado por jornalistas de outros países. Estão convidadas autoridades do governo do Estado, do Poder Judiciário e do Ministério Público. O polêmico casamento gay em um CTG de Livramento Padronização nas regras do casamento gay completa um ano Para Solange e Sabriny, é a oportunidade de formalizar uma paixão iniciada há cinco anos. Com o documento de casadas, pretendem contrair um empréstimo para comprar a casa própria. Garantida a união estável, Solange e Sabriny acreditam que ficarão mais seguras para o futuro. Foto: Carlos Macedo, Agência RBS Em função do clima que se instalou em Livramento — o patrão do CTG Sentinelas do Planalto, Gilbert Gisler, o Xepa, foi ameaçado de morte por ter acolhido a ideia da juíza Carine —, Solange admite que ficou com medo, no início. Lembra que outro casal de lésbicas desistiu de participar. Mas, ao lado de Sabriny, resolveu enfrentar a situação. — Agora estou nervosa é se não vou tropeçar com o salto alto na hora da cerimônia — diz Solange. Sabriny jamais cogitou recuar. Como é doble chapa (cidadã uruguaia e brasileira), chegou a convidar Solange para se unirem em Rivera, a cidade gêmea de Livramento. Queria aproveitar a legislação mais liberal do Uruguai, que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo antes do Brasil. — Não acredito que vão fazer alguma coisa — comenta Sabriny, referindo-se à revolta dos tradicionalistas mais ferrenhos. — A gente não esperava toda essa repercussão. Mas não ouvimos ameaças de outras pessoas — completa Solange Ramires, 24 anos. Leia todas as notícias sobre casamento gay Leia todas as últimas notícias de Zero Hora O curioso é que as duas já frequentaram CTG, antes de se conhecerem. Quando adolescente, Solange dançou a música “Ai bota aqui, ai bota ali o teu pezinho”, e rodopiou num vestidão de prenda. Sabriny também gostava dos bailados gauchescos, mas se afastou quando vetaram que entrasse de alpargatas. Como é meio uruguaia, não aceitou a proibição. No país vizinho, alpargatas são tão sagradas como o hábito de tomar mate. — Não entendi. Então resolve sair do CTG — diz ela. As duas estão contentes com a solidariedade de amigos e familiares. A mãe de Sabriny, uruguaia, estava hesitante, por ser evangélica, mas cedeu e irá ao casamento coletivo, que coincide com a abertura dos festejos da Semana Farroupilha. Elas resolveram não ir pilchadas, como outros casais, que devem comparecer em charretes ou escoltados por gaúchos a cavalo. Optaram pelo rito convencional, agora estão no lufa-lufa dos preparativos finais. Entenda a polêmica A diretora do Fórum de Santana do Livramento, juíza Carine Labres, propôs fazer um casamento coletivo dentro de um CTG, incluindo pares gays, como forma de homenagear os festejos da Semana Farroupilha. A ideia recebeu o apoio da promotora de Justiça, Rosi Barreto. O patrão do CTG Sentinelas do Planalto, Gilbert Gisler, o Xepa, também vereador, ofereceu as instalações da entidade, passando ser criticado e ameaçado. Tradicionalistas sentiram-se ultrajados com a proposta, porque CTGs são redutos da virilidade gaúcha. O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), que rege os CTGs, manifestou-se contra o chamado casamento gay. O coordenador da 18ª Região Tradicionalista em Livramento, Rui Rodrigues, chegou a declarar que o movimento é de “preservação da família tradicional”. Nos últimos dias, o MTG preferiu silenciar. O casamento coletivo Entenda como funciona a união simultânea de vários casais — O casamento coletivo é organizado pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS) — É realizado em comarcas dos municípios, de acordo com a procura — Para se habilitarem, os casais devem ter renda familiar de até dois salários mínimos por mês. E não podem apresentar qualquer tipo de impedimento legal (como o de já ser casado) — Não há verba específica para o evento. Na cerimônia de sábado (13/9), em Santana do Livramento, parte dos custos será paga pela juíza de Direito, Carine Labres, e pela promotora de Justiça, Rosi Barreto — Pelo menos 10 empresas e famílias de Livramento ajudarão com doações e serviços, que vão desde a maquiagem das noivas até o álbum de fotografias — Os casais ganharão alianças. Dois serão sorteados para desfrutarem a lua de mel no Hotel Plaza Verde, de Livramento — Devem participar 29 casais na cerimônia de sábado. Um deles é um par de lésbicas — Será o segundo casamento coletivo do ano em Livramento. Em março, tendo por palco o Salão do Júri, foram 56 casais, um deles de lésbicas — Todos terão a oportunidade de oficializar uniões que de fato já ocorrem. Alguns dos pares já têm filhos ou são até avós.Porto Alegre, RSZH 2014Solange e Sabriny formam o primeiro casal gay que trocará alianças em CTGZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-solange-e-sabriny-formam-o-primeiro-casal-gay-que-trocara-aliancas-em-ctg-4594645Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16862749Duda Garbi, Mr. Pi e Piangers contam histórias de gaúchoComunicadores da Atlântida abrem série de "causos" gravados no parque2014-09-09T16:10:36-03:002014-09-09T16:10:36-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannDuda Garbi, Mr. Pi e Piangers contam histórias de gaúchoZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16862749Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-duda-garbi-mr-pi-e-piangers-contam-historias-de-gaucho-4594352Duda Garbi, Mr. Pi e Piangers contam histórias de gaúchoComunicadores da Atlântida abrem série de "causos" gravados no parque2014-09-09T16:10:36-03:002014-09-09T16:10:36-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brGaúcho que é gaúcho sempre tem um bom "causo" para contar, não é mesmo? Pois a série "Causos do Acampamento" vai registrar em vídeo algumas histórias contadas pelos viventes que se aprochegam na Casa da RBS no Acampamento Farroupilha. As primeiras são dos guris da Atlântida, que apresentaram o programa Bola nas Costas, na noite de segunda-feira, direto do Parque Harmonia. Como de costume, a gurizada abusou do bom humor na hora das anedotas. Confira: Confira a programação completa do Acampamento Conheça piquetes com nomes curiosos Acampamento Farroupilha: caráter familiar e atração campeira Turistas australianos experimentam chimarrão no AcampamentoPorto Alegre, RSZH 2014Duda Garbi, Mr. Pi e Piangers contam histórias de gaúchoZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-duda-garbi-mr-pi-e-piangers-contam-historias-de-gaucho-4594352Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16860594Conheça piquetes com nomes curiosos no Acampamento Farroupilha A gauderiada não economiza na criatividade para dar nome aos galpões2014-09-09T06:05:00-03:002014-09-09T06:05:00-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSIsadora NeumannConheça piquetes com nomes curiosos no Acampamento Farroupilha ZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16860594Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-conheca-piquetes-com-nomes-curiosos-no-acampamento-farroupilha-4593664Conheça piquetes com nomes curiosos no Acampamento Farroupilha A gauderiada não economiza na criatividade para dar nome aos galpões2014-09-09T06:05:00-03:002014-09-09T06:05:00-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPara dar nome aos mais de 360 piquetes do Acampamento Farroupilha, a gauderiada não economiza na criatividade. Separamos os galpões com nomes mais curiosos e pedimos as devidas explicações para seus patrões. Confira: Confira a programação completa do Acampamento OITAVADOS NO BALCÃO (foto acima) — Oitavado é o cara que fica escorado no galpão, com perna trançada e a mão na cintura, formando um "oito" com o corpo — explica o peão caseiro Marino dos Santos. — De vez em quando, até eu fico meio oitavado aí — brinca. CURTO E GROSSO Enquanto serrava uma madeira para fazer um portão novo para o piquete, o capataz Jorge Pereira responde: — O nome é "curto e grosso" porque a coisa aqui é na chincha. Precisa explicar mais? ESGUALEPADO A história do nome desse piquete tem duas versões: a verdadeira e a bonita. Primeiro, a verdade: — Acampamos aqui desde 1997. Na época, não existia muito essa história de botar nome, mas a organização do acampamento começou a exigir. Daí um dia eu vim aqui de tarde, cansado, e disse: tchê, não sei, eu tô meio esgualepado. E ficou. Todo mundo olha e se identifica. É uma palavra que se usa muito, né? — explica Ademir Feijó Dutra, que é natural de Bagé, mas vive na Capital há 30 anos. — Agora, a explicação "oficial" que eu dou, para não ficar tão pejorativo, é que "esgualepado é um gaúcho doente pelo Rio Grande, que se esgualepou nas trincheiras da Revolução Farroupilha". BEJA TOCO Muito mais simples do que se pode imaginar, o nome é uma homenagem a um senhor chamado Benjamin, natural de São Luiz Gonzaga, cujo apelido é Toco. APORREADOS DA FRONTEIRA Natural de Dom Pedrito (da fronteira com o Uruguai, portanto), o patrão Valdomiro Goulart explica que "aporreado" é aquele cavalo que não se deixou domar. QUEIXO DURO Ao ser questionado sobre o nome do piquete, o responsável Antonio Conceição Trindade dos Santos soou óbvio: — É que nós somos do Interior. Oi? — Não entendeu nada, né? É o seguinte: no Interior, quando fica um cavalo mal domado, se chama queixo duro. Mesma coisa que aporreado. Não obedece o freio e se vai ao mundo — conclui (agora sim, se fazendo compreender). TRAMELA DE BARRO A explicação já está fincada na porta do piquete: — Nos sítios e fazendas deste Rio Grande, as portas e as janelas estão, tradicionalmente, trancadas com tramelas de madeira ou de ferro para impedir a entrada de pessoas indesejadas. A nossa ideia é que todos os amigos serão sempre bem-vindos, já que uma tramela de barro não tranca nada. PANELA DE GANCHO O capataz Valter Xavier Santos explica: — Somos 18 irmãos e fomos criados "puxando" mantimentos de Cachoeira do Sul para Caçapava, nos anos 50 e 60. Na hora do descanso, meu pai, que levava as panelinhas penduradas na carreta, botava em um gancho e fazia comida — conta. — Durante a copa, cheguei a fazer três paneladas para os estrangeiros. Tinha gente do equador, chilenos, uruguaios, enfim, pessoas de vários países. Foi um sucesso. Só os argentinos que incomodaram um pouco, por causa da "beberagem". FUCINHO DE PORCO Esse não tem mistério: o dono do piquete, João Carlos da Silva Ramos, é criador de porcos na Lomba do Pinheiro. BARRACA ARMADA Diferentemente do que o nome sugere, o pessoal do piquete "Barraca Armada" não compareceu. Meio apressadinhos, eles deixaram o local na segunda de manhã, de acordo com relatos dos vizinhos. Até o final da tarde, eles ainda não haviam aparecido. Acampamento Farroupilha: caráter familiar e atração campeira Turistas australianos experimentam chimarrão no Acampamento FarroupilhaPorto Alegre, RSZH 2014Conheça piquetes com nomes curiosos no Acampamento Farroupilha ZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-conheca-piquetes-com-nomes-curiosos-no-acampamento-farroupilha-4593664Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:16856007Bombeiros interditam 18 piquetes do Acampamento FarroupilhaPortões do Parque Harmonia já foram abertos neste sábado e, segundo organização do evento, não há risco para os visitantes2014-09-06T12:51:41-03:002014-09-06T12:51:41-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSRonaldo BernardiBombeiros interditam 18 piquetes do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:clicrbs.com.br:16856007Change0Usableurn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-bombeiros-interditam-18-piquetes-do-acampamento-farroupilha-4592703Bombeiros interditam 18 piquetes do Acampamento FarroupilhaPortões do Parque Harmonia já foram abertos neste sábado e, segundo organização do evento, não há risco para os visitantes2014-09-06T12:51:41-03:002014-09-06T12:51:41-03:00© 2011-2014 clicrbs.com.brNa véspera da abertura oficial e já com os portões abertos aos visitantes neste sábado, o Acampamento Farroupilha, na Capital, tem 18 piquetes interditados por oferecerem risco de incêndio. Os locais foram fechados nesta sexta-feira e só serão reabertos depois que as adequações forem feitas, com liberação pelo Corpo de Bombeiros. Realizado em 16 hectares do Parque Harmonia, o evento só ganhará o alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI) quando todas as estruturas — estimadas em mais de 400 pela organização do acampamento, sendo 364 piquetes — estiverem dentro das normas. No entanto, as interdições não impedem que o evento aconteça. Acampamento Farroupilha: caráter familiar e atração campeira Turistas australianos experimentam chimarrão no Acampamento Farroupilha De acordo com o tenente-coronel Adriano Krukoski, comandante dos bombeiros da Capital, cerca de 210 piquetes receberam notificações, pois necessitam de adequações. Entre as principais irregularidades estão extintores com lacre rompido, distância menor do que um metro entre os piquetes e falta de pessoa treinada no combate a incêndio. — Esses itens não oferecem risco iminente à segurança, diferente de fiação exposta, com risco elétrico, e gás dentro do piquete. Os que estavam com estes problemas foram interditados — afirma Krukoski. A organização do evento garante que não há risco aos visitantes: — As pessoas podem ir ao acampamento, porque não há risco. Os locais que tinham alguma coisa fora das normas, que são muito poucos, estão fechados e só serão abertos quando os bombeiros permitirem — afirma o coordenador de Tradição e Folclore da Secretaria da Cultura, Giovane Tubino. O evento O Acampamento Farroupilha 2014 abre oficialmente neste domingo, às 18h, com a chegada da Chama Crioula. No entanto, desde a manhã deste sábado, os portões do parque já estão abertos aos visitantes, com atrações musicais, concursos, apresentações, parque de alimentação, feira, entre outras atividades. São esperadas mais de 700 mil pessoas até o encerramento do acampamento, no dia 21 de setembro. No site da prefeitura, confira a programação completa.Porto Alegre, RSZH 2014Bombeiros interditam 18 piquetes do Acampamento FarroupilhaZH 2014urn:publicid:zh-clicrbs-com-br-rs-noticias-semana-farroupilha-bombeiros-interditam-18-piquetes-do-acampamento-farroupilha-4592703Change0Usable