Alcunha fúnebre

Relembre acidentes graves na Curva da Morte nos últimos anos na serra gaúcha

Principal problema é o ângulo fechado da curva existente na área

27/04/2012 | 13h30
Relembre acidentes graves na Curva da Morte nos últimos anos na serra gaúcha  Daniela Xu/Agencia RBS
Em 02 de novembro de 2006, Uma pessoa morreu e seis ficaram feridas em um acidente Foto: Daniela Xu / Agencia RBS
A alcunha fúnebre dada ao km 47 da rodovia Bom Princípio — Farroupilha (ERS-122), em Farroupilha, resume o risco oferecido a motoristas pelo sinuoso trecho combinado com um declive na serra gaúcha. A Curva da Morte permanece como um dos pontos críticos do trânsito no Rio Grande do Sul.

O principal problema é o ângulo fechado da curva existente nessa área, em combinação com o excesso de velocidade. Sem condições de segurar o veículo, principalmente antes da instalação de uma lombada eletrônica, em meados de 2007, caminhoneiros tombavam nas laterais da pista ou colidiam com carros que subiam a Serra no sentido São Vendelino — Farroupilha.

Para os motoristas que descem a ERS-122, a curva é precedida de um equipamento controlador eletrônico de velocidade do tipo pardal. Mas todos os pardais das rodovias do Estado estão desativados desde novembro de 2010.

De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar em Farroupilha, apesar do alto índice de acidentalidade, a colisão da manhã desta sexta-feira que vitimou um repórter e um cinegrafista foi o primeiro acidente fatal em 2012 no local.

Relembre alguns acidentes graves na Curva da Morte:

05/10/2011

Um acidente envolvendo dois caminhões matou uma pessoa e deixou outra ferida. Vítima do acidente, Eloir Borges Martins, 52 anos, natural de Pinhal da Serra, estava na carona de um caminhão que transportava fertilizantes. Ele foi internado no Hospital São Carlos de Farroupilha e morreu por volta das 21h. O motorista do mesmo caminhão, Diógenes Mezzomo da Silva, 28 anos, chegou a ser internado, mas foi liberado. Nenhum dos ocupantes do outro caminhão, que carregava bebidas, se feriu.

05/07/2008

Paula Cristina Rodrigues da Sartor, 32 anos, morreu em uma colisão na Curva da Morte. Ela dirigia um Ka e se envolveu em uma colisão frontal com o caminhão dirigido por Cristiano Reinheimer, 35 anos, que estava no sentido Farroupilha – São Vendelino. Reinheimer e o passageiro Joel Antônio da Silva, 38 anos, ficaram feridos e foram encaminhados para Hospital Pompéia em Caxias do Sul.

18/06/2007

Um acidente vitimou dois caminhoneiros e um caroneiro na Curva da Morte, entre Farroupilha e São Vendelino. Uma possível falha mecânica no caminhão Mercedes-Benz L1513, de Jaguaruna (SC), teria provocado o acidente. O caminhoneiro Joary da Silva, 27 anos, seguia de Farroupilha para São Vendelino, transportando bobinas de papel. O veículo colidiu com o caminhão Mercedes-Benz L1144, de Feliz. Com o impacto, as cabinas se transformaram em um amontoado de ferragens. Silva morreu no local assim como o outro caminhoneiro, Nestor José Morbach, 28 anos. O auxiliar de Morbach, o passageiro Sidenir Frohlich, 18 anos, também morreu.

 
Foto: Roni Rigon, Agência RBS

11/11/2006

Dois rapazes morreram no km 47 da ERS-122. Alcides da Rosa, 45 anos, conduzia uma carreta que chocou-se contra a caminhonete F-1000 dirigida por Jairo Luiz Seidel, 18 anos. Morreram Anderson Boettcher, 18 anos, e Jonatan Feltes, 17 anos, passageiros da F-1000.

 
Foto: Daniela Xu, Agência RBS

02/11/2006

Uma pessoa morreu e seis ficaram feridas em um acidente na Curva da Morte. Por volta das 5h30min, um caminhão Mercedes-Benz 1723, de Caxias do Sul, que rodava no sentido Farroupilha-Bom Princípio, tombou sobre um Palio e um Celta que estavam no sentido contrário. O motorista do caminhão, Vanderlei Lunardi, 27 anos, morreu no local. Os seis ocupantes dos carros, que viajavam juntos, ficaram feridos.

12/03/2006

Um caminhão Mercedes-Benz caiu em uma ribanceira na altura do km 48 da RS-122, resultando na morte do condutor, Sidnei Nunes Furtado, 30 anos, de sua mulher, Elenir Rosa Rodrigues, 32 anos, e de Douglas Rodrigues, 10 anos . O acidente aconteceu pouco depois da 1h. O veículo trafegava no sentido de São Vendelino quando o motorista teria perdido o controle, saído da pista e caído no precipício de quase 50 metros de profundidade existente no local conhecido como Curva da Morte. O Mercedes-Benz estava carregado com produtos de limpeza, como detergentes e cera líquida. Na queda, a carga despencou sobre a cabine, o que teria provocado o esmagamento do motorista, da mulher e do menino.

Leia mais sobre a tragédia em site especial

Veja a galeria de fotos do acidente

Em gráfico, saiba como é a Curva da Morte:

Em mapa, veja onde aconteceu o acidente


Visualizar Acidente na ERS-122 deixa dois mortos em um mapa maior

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.
Imprimir