Vale do Sinos

Caminhão desgovernado mata avô e neta em Novo Hamburgo

Veículo estava sendo carregado no pátio de uma empresa quando colidiu contra muro e atingiu um homem e duas crianças

Atualizada em 29/05/2012 | 22h0029/05/2012 | 18h59
Caminhão desgovernado mata avô e neta em Novo Hamburgo Álisson Coelho/Agencia RBS
Vítimas fatais ficaram sob o muro derrubado por caminhão Foto: Álisson Coelho / Agencia RBS

Após buscar os dois netos na escola, o avô Leonel Pereira da Silva, 69 anos, retornava para casa com as crianças, em um caminho de apenas três quadras, quando um muro desabou sobre ele e os netos. A estrutura, que delimita uma empresa de transportes do bairro Rondônia, em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, caiu após um caminhão derrubá-la hoje, por volta das 18h.

O veículo era carregado por bobinas de papel e máquinas no pátio da empresa na Rua Taquara quando se deslocou em direção ao muro e a calçada. Sem motorista, o caminhão só parou no começo da via, depois de soterrar Silva e Amanda Vitório Lovato Ferreira, oito anos. Gabriel Machado, sete anos, primo de Amanda, foi socorrido por pessoas que estavam no local, levado ao Hospital Municipal de Novo Hamburgo e não corre risco de vida.

Segundo João Batista Stein, 48 anos, tio das crianças e genro de Silva, já era rotina que o avô aposentado buscasse os netos ao final da aula na Escola Municipal de Ensino Fundamental Elvira Brandi Grin. Tanto o idoso, quantos as crianças, moram na Rua General Cândido Mariano Rondon, a poucas quadras do colégio, nos fundos da empresa de transportes.

— A família está muito abalada. Os pais da Amanda não conseguem entender o que aconteceu. Sabemos que foi uma fatalidade, mas é um absurdo um avô morrer ao lado da neta, voltando da escola e em cima da calçada — desabafa Stein.

Segundo o delegado Ayrton Martins Júnior, da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Novo Hamburgo, o motorista não estava no volante e o caso pode se enquadrar em um homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Ele se apresentou na delegacia para prestar depoimento. No local do acidente, a polícia atestou que o veículo estava engatado e com o freio acionado, por isso foi solicitada uma perícia mecânica para atestar se o caminhão apresentava algum problema.

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.